Em cima da hora:
Enchente atinge bananais em três cidades do Vale do Ribeira, SP
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Roza Angélica, de “professora-operária” a comendadora


    21/06/2012 às 05:51h
    Recomendar
    Roza Angélica, de “professora-operária” a comendadora
    A professora celebrou a conquista e dedicou a comenda aos seus familiares, amigos e alunos | Foto: Gleidson Santos

    Ela foi homenageada em sessão solene da Câmara, na noite de quarta-feira (20), ao receber a Comenda Maria Quitéria. Em sua explanação, Roza Angélica destacou a importância dos familiares e amigos para sua formação pessoal e profissional. Apaixonada pela construção civil e pela educação, Roza Angélica se autointitula uma “professora operária”.

    Bastante emocionada, ela disse que gosta “tanto de construir quanto de educar vidas” e, em seguida, agradeceu a Jesus Cristo, aos familiares, amigos, colegas de profissão, alunos, profissionais de imprensa, vereadores e autoridades civis e religiosas que se fizeram presentes.

    Justiniano, que presidiu os trabalhos, compôs a mesa, ao lado do professor José Raimundo de Azevedo, secretário municipal de Educação, (representando o prefeito Tarcízio Pimenta); Antônio Alves dos Santos e Florizia Queiroz Ribeiro, esposo e mãe da homenageada.

    Responsável pelo discurso de saudação à professora, Justiniano relatou que a homenageada é bastante conhecida na área educacional e social do município de Feira de Santana, com destacada atuação.

    O vereador a definiu como “uma humilde sertaneja e brava, como nossa heroína Maria Quitéria”. A homenageada, segundo ele, “é de colocar literalmente a ‘mão na massa’, na massa do reboco, para ajudar nas reformas das escolas”, disse.

    Ele salientou, por exemplo, que, no ano de 1995, a laureada construiu com as próprias mãos, como ajudante de pedreiro, a Igreja Noiva de Cristo, junto com a pastora Tânia.

    Informou também que, 15 anos, a referida professora conseguiu, com o apoio da comunidade, alterar o roteiro do ônibus escolar para que servisse ao povoado de Humildes, na época da gestão da secretária municipal de Educação, Vilma Simões.

    “Trata-se, portanto, de uma cidadã feirense de caráter ilibado, demonstrando ser digna desta homenagem, pois tem em sua vida 23 anos de serviços prestados como educadora no nosso município. E, com certeza, tem a disposição de servir por muitos anos ao nosso povo”, justifica Justiniano.

    Atualmente, Roza é diretora da Escola Municipal Mãe dos Humildes e acredita na “premissa máxima” do escritor português, padre Antônio Vieira: “A boa educação é moeda de ouro. Em toda parte tem valor”.

    Com informações da Câmara Municipal



    Comentários


    22/06/2012 as 00h22m
    Damiana Marques escreveu:
    A pró Roza é mais que merecedora dessa homenagem. Parabéns pró a senhora merece todas as honras. Jesus te abençõe
    22/06/2012 as 00h24m
    Ron Ribeiro escreveu:
    Parabéns pra ela, minha mãe sempre determinada busca sempre fazer o melhor no trabalho e fora dele também, espero que Deus faça coisas muito maiores na vida dela. Parabéns pra essa mulher tão forte e guerreira.
    22/06/2012 as 00h26m
    Luciana escreveu:
    Essa professora é uma pessoa abençoada, tem feito um bom trabalho na Escola Mãe dos Humildes. Foi linda a homenagem na Camara de Vereadores
    22/06/2012 as 00h30m
    Marcelo do Fulô escreveu:
    A professora Roza é um orgulho para nosso Distrito de Humildes. Um exemplo de garra, fé superação e amor ao que faz. Parabéns!
Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia