Em cima da hora:
Queda de energia em Brotas deixa serviço da Defesa Civil fora do ar
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Praça do Fórum é palco de Ato Público por Educação de Qualidade


    19/03/2014 às 03:31h
    Recomendar



    Texto: Danilo Guerra
    Foto: Márcio Filho


    Ao som de uma bandinha,  dezenas de professores de Feira de Santana e cidades da região, paralisados desde a última segunda-feira (17), realizaram hoje (19) mais um ato público com faixas e cartazes, apitos e gritos com palavras de ordem em defesa da qualidade na educação básica. O evento aconteceu na Praça João Barbosa, conhecida Praça do Fórum, e marcou o fim da paralisação nacional dos professores no Brasil.
    Na pauta de reivindicação, eles buscam que 75% dos royalties e10% do PIBsejam destinados a educação; incentivo à formação continuada dos profissionais do magistério, melhor assistência ao aluno e adequação das escolas às demandas da contemporaneidade. “Aescola pública, na atualidade,precisa melhorar bastante para que os alunos não a abandone precocemente e nem conclua seus  estudos com baixo nível de aprendizadosendoapenas analfabeto funcional”, advertiu o professor Germano Barreto, presidente da APLB-Feira.
    Em âmbito municipal,outro elemento de luta também reaparece. Os professores, especificamente da rede municipal que têm pós-graduação e lecionam no ensino fundamental II, anseiam pela garantia da redução em 1/3 da carga horária em sala de aula para dedicarem-se às atividades de planejamento e avaliação das atividades. Este último elemento foi um dos pontos mais criticados durante a jornada pedagógica 2014 realizada pela Secretaria Municipal da Educação no Olimpo Eventos.
    A redução da carga horária é uma exigência legal fundamentada na Lei 11.738/2008



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia