Em cima da hora:
Motociclista fica ferido após bater de frente com ônibus em Ribeirão Preto
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Culto celebra retorno do ativismo político da Assembleia de Deus em Feira


    18/10/2012 às 12:05h
    Recomendar

    Por Danilo Guerra

    A Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Feira de Santana - Adefs - maior denominação evangélica da cidade, com cerca de 23 mil fiéis (IBGE, 2010) realiza nesta sexta-feira (19) culto especial para celebrar o retorno da Igreja à Casa da Cidadania a partir de janeiro de 2013.

    O templo será ocupado pelos milhares de eleitores que escolheram o presbítero Edvaldo Lima (PP) como o representante oficial da igreja na próxima legislatura da Câmara Municipal de Vereadores.  A quantidade expressiva e surpreendente de votos, 5.442, fez dele o quarto vereador mais bem votado da segunda maior cidade do Estado.

    Edvaldo Lima foi o candidato evangélico mais votado de Feira de Santana nestas eleições, com 5.442 votos - 3.448 a mais que quando disputou pela primeira vez, em 2004.

    Para o pastor presidente da Adefs, Joezer Cruz Santana, a eleição de Edvaldo Lima representa uma grande conquista para a Igreja. "Afinal, faz muitos anos que a nossa igreja elegeu um candidato. Eu tenho 12 anos aqui e essa é a primeira vez que vejo um candidato apoiado pela Igreja ser eleito diretamente em Feira", recordou o presidente.

    Bota anos nisso, pastor. Estudos desenvolvidos por Igor José Trabuco da Silva, mestre em História da Bahia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e pesquisador da trajetória política da Assembleia de Deus em Feira de Santana, apontam para a década de 1970 a primeira vez que um membro da igreja ocupou uma cadeira no legislativo municipal, trata-se do diácono Gerson Gomes da Silva, que teve destacada atuação política entre os anos 70 e 90.

    Depois dele, na década de 1980, veio Waldeir dos Santos Pereira, pai de Cadmiel Pereira, que também disputou a eleição em 2012 apoiado pela mesma Igreja, mas não logrou êxito. De acordo com o historiador, Waldeir participou da legislatura correspondente a 1982-1988. "A legislatura durou dois anos a mais para que a eleição de vereador fosse realizada junto com a de prefeito", esclareceu.

    Na década seguinte, foi a vez do pastor Severino Soares. De acordo com o pesquisador, ele era suplente do vereador José Martins Vitório que faleceu em abril de 1994. Com a morte de Vitório, o pastor Soares assumiu a vacância na Câmara Municipal de Vereadores no período de 1994 a 1996.

    Hoje, dezesseis anos depois, a Assembleia de Deus volta a celebrar seu ativismo político com a eleição de Edvaldo Lima, candidato oficial da igreja que vem disputando eleição desde 2004. Além dele, outro membro da Adefs também conseguiu se eleger, mesmo sem o apoio institucional da Igreja. Trata-se de Robeci da Vassoura (PHS), eleito com 2.876 votos

    Feliz com o seu desempenho nas urnas, Edvaldo Lima diz que vai legislar em benefício da comunidade evangélica e de toda a sociedade feirense. "Agradeço ao Senhor Jesus Cristo, porque foi Ele que me escolheu para esta causa, sobretudo na área de transporte", antecipou

    O culto, que acontece no templo sede da Adefs, situado à rua Vasco Filho, no bairro Brasília, começará no horário provável das 19 horas e terá a participação do cantor gospel Sandro Nazireu.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia