Em cima da hora:
UPE abre inscrições para cursos de idiomas e informática nesta segunda
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Bonfim de Feira realiza neste domingo o enterro do ano mais animado do Brasil

    Reportagem: Danilo Guerra / Professor Repórter


    31/12/2017 às 12:37h
    Recomendar

    Os moradores do distrito de Bonfim de Feira (a 35 km de Feira de Santana) têm um jeito singular de se despedir do ano velho. Por lá, há 23 anos é realizado o enterro do ano mais animado do Brasil.

    O evento faz parte da programação oficial do Réveillon Público realizado pela comunidade desde os anos finais da década de 1970, sempre no dia 31 de dezembro, com o tradicional Enterro do ano.

    De acordo com o presidente da Comissão Organizadora Gilmário Moreira da Silva, o popular Gil Boca de Traíra, três elementos básicos não podem faltar nessa celebração: "caixão, defunto (que, na verdade, é um bonfinense que homenageamos) e muita festa", disse em entrevista ao jornalista Danilo Guerra, durante visita à Redação do jornal Folha do Estado.

    Borracheiro: o homenageado do ano

    O velório acontece à meia-noite, depois da celebração de uma missa agendada para começar às 22 horas. O grande homenageado do ano é Borracheiro, um dos membros da comissão que comanda a festa.

    O cortejo fúnebre mais cheio de vida e alegria que já se viu na história brasileira percorrerá as principais ruas do distrito ao som do grupo de sambadores da Terra Nova, Bio, Atanázio, Del e Roque da Viola. Depois, o homenageado é retirado do caixão e um boneco, representando o ano velho, é queimado e enterrado ao som de fogos de artifício e muita música. 

    Boca de Traíra, que foi o primeiro defuto da brincadeira nos idos anos de 1977, acrescenta que é aí que começa o grande show da virada com cantor-revelação Anderson Dias, artista da terra, que caiu no gosto popular ao interpretar grandes sucessos dos mais variados gêneros musicais. 

    Tem novidade na área

    A grande novidade, de acordo com Gil, é que na segunda-feira, dia 1º, acontecerá o enterro dos vivos, uma forma inédita na comunidade para recepcionar o ano novo.

    A programação começa no horário provável das 10 horas da manhã e vai contar com a participação de cantores, pratas da casa, e a alegria contagiante que cada bonfinense carrega em seu DNA. É assim que Bonfim de Feira se despedirá de 2017 e dará boas-vindas a 2018.

    Como chegar lá? 

    Para participar da Réveillon Público em Bonfim de Feira, festa que reúne cerca de 2,5 a 3 mil pessoas, os interessados devem sair de Feira de Santana pela Avenida Rio de Janeiro, sentido BR 116-sul, depois converge para a Estrada do Feijão (BA-052), faz o contorno e pega a BA-499, segue por mais 12km até chegar ao distrito. 

    Esta rodovia, que era alvo de constantes reclamações dos moradores de Bonfim por conta dos muitos buracos, foi recuperada recentemente pelo governo do Estado, depois de várias reportagens do Folha do Estado denunciando o estado de abandono. Com esta intervenção, o acesso ao distrito, agora, está facilitado.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia