Em cima da hora:
População detém suspeito de roubar menor no Centro de São Carlos, SP
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • “Vale a pena Viver sem sedentarismo”, doença que mata 5 milhões de pessoas por ano

    A falta de exercício causa cerca de 6% das doenças coronarianas, 7% dos casos de diabetes tipo 2, que é a forma mais comum, e ainda 10% dos cânceres de cólon e mama


    15/09/2017 às 06:57h
    Recomendar

    O evento aconteceu na praça da Kalilândia e reuniu jovens e adolescentes de diversos bairros da maior cidade do interior da Bahia 


    Nenhuma caminhada, nenhuma partida de futebol ou ida à academia. Esta é a realidade de milhares de feirenses que vive estagnado no sedentarismo. O problema se torna ainda maior porque não apenas muitos feirenses sofrem deste mal, mas 62,1% dos brasileiros com 15 anos ou mais não praticam qualquer esporte ou atividade física segundo Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad).

    Preocupados com essa realidade, um grupo de jovens evangélicos de Feira de Santana resolveu ir às ruas da maior cidade do interior baiano, ocuparem uma das principais praças, a da Kalilândia, recentemente reinaugurada, para levar uma mensagem de conscientização sobre a importância de manter uma vida saudável. 

    Batizado de Força Jovem Universal ou simplesmente FJU, o grupo desenvolveu uma programação recheada de alimentos saudáveis que foram distribuídos ao público e também de atividades físicas. Isto porque, de acordo com um dos maiores Centros Mundiais de Pesquisas de Controle e Prevenção de Doenças (World Health Organization) para deixar de fazer parte do grupo dos sedentários o indivíduo precisa gastar no mínimo 2.200 calorias, por semana, em atividades físicas. 

    "Queremos mostrar aos feirenses que todos são capazes de alcançar essa meta e que vale a pena viver sem o sedentarismo, pois há ele é um risco iminente para a saúde pública, uma vez que a falta de atividades físicas agrava o cenário de doenças crônicas e cardiovasculares no país", disse o pastor Rafael coordenador do grupo. 

    "Parabenizo a juventude por promover ações de saúde como o completo bem-estar físico, mental e social afinal, segundo pesquisa, o Sedentarismo mata cerca 5 milhões de pessoas por ano no mundo", alertou o secretário de Habitação de Feira de Santana, Eli Ribeiro, que esteve presente ao evento representando o governo do município. 

    O secretário tem razão. Ele se refere a um estudo publicado ano passado pela revista de medicina britânica The Lancet. De acordo com o estudo, que foi tema de reportagem de Veja, a falta de exercício causa cerca de 6% das doenças coronarianas, 7% dos casos de diabetes tipo 2, que é a forma mais comum, e ainda 10% dos cânceres de cólon e mama.

    A FJU segue o compasso do estudo e busca contribuir para que os número do sedentarismo recuem. Afinal, reduzir o sedentarismo em 10%, pode eliminar mais de meio milhão de mortes a cada ano, segundo os especialistas, que acrescentam ainda que as estimativas são conservadoras.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia