Em cima da hora:
Família em Barbacena tem casa furtada enquanto viajava
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Trigêmeos são aprovados em Medicina e vão seguir mesma carreira profissional


    31.01.2017 15h08m
    Recomendar

    Os irmãos Ingrid, Amanda e Giovanni Calfa, 18 anos, também terão o mesmo destino profissional: os três foram aprovados para o curso de Medicina, pela seleção do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), cujo resultado foi divulgado nesta segunda-feira (30). Ingrid e Geovanni cursarão na Universidade Federal de Alagoas (Ufal), enquanto Amanda estudará na Universidade Federal do Recôncavo (UFRB).

    “A gente decidiu fazer medicina há muito tempo, desde criancinha. Nós três fizemos o concurso, estudamos no Colégio Militar, e os três estudaram muito para passar”, explica Ingrid. A dedicação aos estudos para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi facilitada pela possibilidade, no Colégio Militar de Salvador, de encerrar o 3º ano nos primeiros 6 meses de 2016, o chamado “avanço”. Nos outros seis meses é quase que uma revisão do Ensino Médio”, detalha Ingrid. 

    Como Amanda entrou um pouco mais tarde no CMS, adquiriu o certificado de conclusão pelo Enem e estudou em casa por conta própria. Visando a aprovação, os irmãos ainda fizeram um curso pré-vestibular intensivo. Na próxima semana, os três viajarão para fazer a pré-matrícula, que será efetivada no início do segundo semestre, por conta do atraso no calendário acadêmico das instituições federais. 

    “Estamos correndo para providenciar os documentos, vamos viajar semana que vem, a pré-matrícula é na segunda e na terça. Na verdade começa sexta, mas como é muita coisa pra resolver, só vamos viajar domingo”. A mudança definitiva só ocorre nesta época, mas o trio ainda aguarda a segunda edição do Sisu, na esperança de serem aprovados na Universidade Federal da Bahia (Ufba) e não terem que se mudar. “Talvez a gente fique”.

    Fonte: Vem Ver Cidades 



  • Reda: Educação abre mais de 7 mil vagas para professor na Bahia


    31.01.2017 13h08m
    Recomendar

    A Secretaria de Educação da Bahia (SEC-BA) vai abrir uma nova seleção para preenchimento de 7.665 vagas de Professor em todo o Estado, por meio do Regime Especial de Direito Administrativo – REDA.

    A informação foi publicada no Diário Oficial do Estado na edição de sábado passado, 28 de janeiro. De acordo com a publicação, o Instituto Brasil de Educação (IBRAE) será o responsável pela realização do novo processo. A inscrição vai custar R$ 38,00 para quem disputar cargo de nível superior e R$ 29,00 para nível médio. 

    Ainda não foi divulgada pela Secretaria de Educação, quando o edital do certame será publicado. Nem quando começará o período de inscrição. O contrato entre a Secretaria e o IBRAE foi assinado no última sexta-feira, 27 de janeiro e terá vigência de 180 dias. 

    O último processo seletivo da SEC-BA foi organizado pela Consultec em 2015 e se destinou ao provimento de 6.145 vagas para funções de Professor. Do total de vagas, 30% foram reservadas aos candidatos negros e 5% às pessoas com deficiência.



  • Emoções, reflexões e homenagens marcam II Encontro da Família Lima Bastos

    Reportagem: Danilo Guerra / Fotografia: Layne Oliveira
    31.01.2017 10h54m
    Recomendar

    Os anfitriões da festa de mãos dadas durante o canto Oração da Família em símbolo de união fraterna 

    Vestidos de amarelo e azul, cores que dona Adélia de Lima Bastos mais gostava, seus descendentes se reuniram no último domingo (29) para celebrarem o dom da vida e a oportunidade de conviverem em família durante o II Encontro dos Lima Bastos. No verso da camiseta, uma frase dava a tônica do encontro: "Não permita que a vida passe sem que as pessoas saibam o significado que elas têm para você”. 

    De fato, a máxima do padre pop star Fabio de Melo ganhou terreno e fertilizou-se na fazenda Jenipapo, em Bonfim de Feira, onde mais de 200 membros da família Lima Bastos se abraçaram numa atitude inequívoca de amor, perdão, alegria e gratidão a Deus por todos terem a oportunidade de vivenciarem aquele momento juntos e em completa harmonia.

    Enquanto a frase de um padre moderno transcorria entre os olhares presentes, a música de um outro sacerdote tradicional se fazia ouvir. Era o cantor Gilson Reis, filho de uma das anfitriãs do encontro, interpretando o Padre Zezinho em sua clássica canção “Oração pela família”. Aí, não deu outra, um imenso coral se formou e em uníssona voz cantaram: “...abençoa Senhor as famílias amém, abençoa, Senhor a minha também...”

    HOMENAGENS E EMOÇÕES

    Os anfitriões dançaram valsa com filhos e netos durante o encontro. Os bons sentimentos bailaram no salão

    Emocionante também foi a homenagem que se fizeram aos anfitriões da festa, os filhos do casal Cirilo Sales Bastos e Adelia de Lima Bastos, raízes dessa imensa árvore genealógica com frutos espalhados por diversas cidades do Brasil. Oito filhos deste casal entraram triunfantemente ao recinto, sobre um tapete vermelho, onde foram acolhidos com intermináveis aplausos e muita afetividade. 

    Bertino de Lima Bastos (94 anos); Marina de Lima Freitas (91), na ocasião representada por dois de seus filhos, José Lima e Maria da Glória; Daniel de Lima Bastos (90); Valter de Lima Bastos (89); João de Lima Bastos (83); Gregório de Lima Bastos (80); Maria de Lourdes de Lima Bastos (76) e Neusa de Lima Bastos (74). Todos foram honrados por serem os protagonistas na perpetuação da descendência familiar. 

    Os primos Gilson Reis e Gustavo Lima, presidente e vice, respectivamente, da Comissão Organizadora do evento, também foram homenageados com uma placa e os demais membros que a integram, com uma medalha de honra ao mérito. Ao som de "Gostava tanto de Você" (de Tim Maia) os entes que já não mais estão vivos foram lembrados durante o encontro, o que emocionou a muitos. 

    REFLEXÕES E APRENDIZADO

    Durante seu discurso recheado de convicção, Danilo orientou os pais a criarem os filhos no centro da vontade de Deus 

    Quatro discursos também marcaram o último domingo na família Lima Bastos. O primeiro, proferido por Antônio Lima Freitas, tratou sobre a origem genealógica. No segundo, Maria do Carmo discorreu sobre a importância da convivência em família. Danilo Bastos, autor do terceiro discurso, ministrou sobre o tema Pais, estabeleçam regras para seus filhos. 

    Danilo mostrou que os filhos devem ser criados de acordo a vontade de Deus e além da palestra, também cantou a canção Deus é Deus, do compositor evangélico Delino Marçal. Já o quarto, proferido por Andreia Bastos, versou sobre o amor: “Ame e valorize hoje, não sabemos se o depois existirá”.

    O encontro, que também contou com uma apresentação de coreografia da canção Bendito Será, do Ministério de Louvor Toque no Altar, terminou com um saboroso almoço e com o show ao vivo do cantor bonfinense Anderson Dias. O jornalista Danilo Guerra, igualmente bonfinense, regeu, com maestria, a cerimônia familiar que marcou a história da família Lima Bastos.



  • Feira pode receber “mega evento” estadual da juventude assembleiana


    30.01.2017 15h56m
    Recomendar

    Vereador Cadmiel e o presidente da CEADEB / Foto:Ascom

    Depois de sediar por algumas vezes a Assembleia Geral Ordinária – AGO – da Convenção Estadual das Assembleias de Deus na Bahia – CEADEB – Feira de Santana, um dos campos mais férteis da denominação em todo o estado com cerca de 11 mil membros, o que faz da igreja a maior denominação evangélica da cidade, poderá receber o inédito congresso estadual da juventude assembleiana ainda este ano.

    Sem data ainda definida para acontecer, mas com possibilidade de ser realizado no segundo semestre, o “grande evento estadual voltado para a juventude assembleiana” foi uma das principais pautas de um encontro que aconteceu hoje pela manhã entre o vereador Cadmiel Pereira (PSC), e o Pr. Valdomiro Pereira, presidente da Convenção Estadual das Assembleias de Deus na Bahia – CEADEB, na sede da entidade, em Salvador. 

    Segundo nota publicada pela assessoria do vereador, é o próprio Cadmiel que vai coordenar o “mega evento” da mocidade juntamente com o deputado Samuel Couto Junior “e tantas outras lideranças da Bahia”. O evento terá o apoio irrestrito da CEADEB e, segundo a nota, também já conta com “endosso do prefeito José Ronaldo de Carvalho”. 

    Jovens Apaixonados por Almas 

    O último grande evento voltado para o público jovem da denominação em Feira de Santana, aconteceu em novembro do ano passado. Cerca de 5 mil pessoas participaram do Congresso Jovens Apaixonados por Almas realizado pela UJADEFS-ÁREA 2, com a participação do cantor e pastor Samuel Mariano e banda (foto acima), da dupla sergipana Lucas e Luan e da pregadora Itila Gracyela, de Capim Grosso, além do grande coral de jovens e adolescentes do Tomba e congregações da área, do Ministério de Louvor Getesemani e da Banda Geração de Davi.

    O evento deixou tanto o templo da igreja, situado à Rua México, quanto a Praça do Tomba superlotados e 41 pessoas optaram por seguir a Cristo racionalmente assumindo que a partir daquele momento suas vidas seriam regidas pelo Autor e Consumador da Fé. Se confirmado, o grande evento estadual da juventude poderá ser um o marco histórico na Assembleia de Deus da Bahia e o vereador Cadmiel entrará para a história. 



  • Operadora evangélica de celular é a nova aposta para 2017


    27.01.2017 16h57m
    Recomendar

    Com o crescimento do número de evangélicos no Brasil e a tendência de ser o maior país “protestante” do mundo nas próximas décadas, o mercado está cada vez mais de olho neste segmento que vem se atualizando, criando o próprio estilo e inovações em diversos setores da sociedade. Um deles, lançado em 2015, foi a operadora evangélica de celular da Assembléia de Deus, a “MAIS AD”. Depois dela, outras surgiram, tornando essa uma das grandes apostas do mercado para 2017.

    A iniciativa de criar a própria operadora de celular visa não apenas atingir um segmento do mercado, mas também dar identidade ao público que pretende alcançar. Ao criar um serviço diferenciado, que leva a marca da comunidade que o usuário pertence, cria-se, também, uma identificação maior com o produto, refletindo isso em fidelidade e maior investimento.

    Uma característica desse tipo de serviço é a personalização. Isto é; a criação de recursos e ações voltados para os interesses do público alvo. A “MAIS AD”, por exemplo, operadora da Assembléia de Deus e primeira no segmento, exemplifica isso em sua página inicial:

    “A MAIS AD é a única operadora que reverte seus lucros para obras sociais e missionárias da igreja. Quando você compra o chip e recarrega seu celular, está contribuindo para que esses projetos e missões possam continuar crescendo e atingindo cada vez mais pessoas.”

    A operadora Mais ADSA é outro exemplo de operadora evangélica que surgiu em setembro de 2016, também da Assembléia de Deus, porém, do Ministério de Santo Amaro, em São Paulo. Contando com 80 mil seguidores, a empresa já emitiu 6 mil chips. Em sua página inicial vemos o mesmo diferencial de serviço: “Só com a MAIS ADSA você fala e ainda apoia os projetos da sua igreja”.

    A tendência para 2017 é que mais operadoras virtuais de celular (MVNO) apareçam, aumentando a concorrência com as gigantes do mercado, podendo fazer baixar os custos dos serviços. A dúvida que fica é se a concorrência irá conseguir acompanhar a ênfase das operadoras evangélicas na conversão dos lucros em benefícios não só para a igreja, mas para a comunidade, o que é um diferencial marcante não apenas para cristãos, mas para a sociedade como um todo.



  • Presos evangélicos de Alcaçuz morreram ajoelhados e com bíblia na mão


    27.01.2017 16h30m
    Recomendar

    A guerra de facções na maior penitenciária do Rio Grande do Norte, em Alcaçuz, vai completar duas semanas e segue deixando marcas de terror, lado a incapacidade do poder público de controlar o presídio, onde presos circulam livremente. Como resultado, na chacina que teve no último dia 14, entre os 26 mortos estavam presos evangélicos que não eram membros de nenhuma facção, mas foram assassinados enquanto estavam ajoelhados e com a bíblia na mão, pedindo a Deus salvação.

    As informações foram apuradas pelo portal UOL, que colheu depoimento de familiares de alguns detentos, bem como do membro de uma das facções em regime semiaberto, conhecida como “Sindicado RN”, rival do “Primeiro Comando da Capital”, ou PCC. Segundo a investigação, a motivação para a rebelião é por disputa territorial, afiliação de membros para as “gangues”, aumento de renda e, consequentemente, de força.

    Para fazer parte de uma facção, o membro ou, “afiliado”, paga uma mensalidade (!), de onde o bando criminoso obtém parte da sua renda, enquanto o membro recebe a proteção do grupo, além de poder integrar outras ações criminosas. Dessa forma, as facções lutam para obter o maior número de membros, sendo os presídios o principal meio de recrutamento dos novos “afiliados”. Quanto maior o presídio, maior é a chance de novas afiliações. Alcaçuz, por exemplo, é o maior do Estado, o que explica a guerra no local.

    Cada facção pretende obter o domínio do lugar, por isso exigem do Governo a transferência dos rivais, para que possam fazer recrutamento de novos membros sem precisar enfrentar a concorrência. Foi o que aconteceu, por exemplo, na transferência ocorrida no dia 18, quando 220 presos do “Sindicato do RN” foram levados para outras cadeias. Foi devido a essa decisão que o “Sindicato” ordenou uma série de ataques na capital, insatisfeitos com a medida que, na prática, enfraqueceu a facção dentro de Alcaçuz.

    Os presos evangélicos morreram primeiro

    Ainda segundo o UOL, no dia 14, quando cerca de 500 presos da facção PCC saíram do pavilhão 5 para invadir o pavilhão 4, encontraram um grupo de 150 detentos, entre eles os que chamam de “massa”, ou seja; presos que não pertencem a nenhuma facção, mesmo assim 26 (confirmados) foram atacados e mortos pelo PCC.

    Segundo os relatos colhidos pela reportagem, um pequeno grupo de presos optou não fugir do local, eram os presos evangélicos. Invés disso, eles se ajoelharam com bíblias na mão, pedindo salvação. Mesmo assim foram assassinados, mas não tiveram seus corpos arranhados nem suas cabeças decapitadas, por serem considerados “neutros”. Eles foram os primeiros a morrer.

    Recentemente publicamos aqui uma matéria relatando que na última sexta feira (20) a rebelião foi interrompida por um culto evangélico. Divulgamos que provavelmente essa ação é fruto do trabalho evangelístico realizado pela Igreja Verbo da Vida, comandada pelo Pastor Raul Moreira, que já havia feito o batismo de 57 detentos em 2013. Sem dúvida esse é um caso que nos faz lembrar a importância de anunciar, como está escrito:

    “Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham assim os tempos do refrigério pela presença do Senhor,” (Atos 3:19)

    Fonte: Gospel + 



  • Família Lima Bastos realiza II encontro em Bonfim de Feira

    O evento acontece no próximo domingo, dia 29, na fazenda Jenipapo, a partir das 9h
    26.01.2017 10h15m
    Recomendar

    240 pessoas participaram do I encontro. A expectativa é que um número maior participe da edição deste ano

    Fortalecer vínculos genealógicos e oportunizar o reencontro entre as diferentes gerações de uma mesma linhagem familiar são os objetivos principais do II Encontro da Família Lima Bastos que acontece no próximo domingo, dia 29, na fazenda Jenipapo, distrito de Bonfim de Feira, a partir das 9h.

    Os descendentes de Adelia de Lima Bastos e Cirilo Sales Bastos, casal de patriarcas de maior grandeza da família, prepararam uma programação eclética, recheada de boa música e momentos importantes de reflexão sobre laços de família que os une e os entrelaçam de forma harmoniosa.

    Em visita à Redação do Jornal Folha do Estado, os primos Gilson Reis e Maria do Carmo, dialogaram com o jornalista Danilo Guerra, chefe de Redação do diário e editor do blog Professor Repórter, sobre o assunto. Na conversa, eles explicaram que a ideia do encontro presencial surgiu depois da formação de um grupo nas redes sociais.

    “Tudo começou no grupo que temos no whats”, afirmou Reis. “Lá conseguimos estabelecer contato com quase todos os membros da família, mas apenas isso não era suficiente, precisávamos de algo mais forte e isto só o encontro presencial nos daria”, completou Do Carmo. Sendo assim, num esforço empreendido por todos, dia 17 de janeiro de 2016, cerca de 240 membros do clã Lima Bastos puderam se abraçar e trocar carinhos quentes entre si.

    Quanto à edição deste ano, os primos e a comissão organizadora da festa (formada também por Gilson Reis,Gustavo, Du Carmo ,Andreia Bastos ,Regina , Antoniel, Neusa Bastos , Lurdinha ,Aldenise, Layane e Leilane) assegura que “não será diferente”. Por isso, apresentaram a programação oficial do encontro que, inclusive vai tratar de três temáticas importantes para todas as famílias: “Convivência Familiar”, “Regras para os filhos” e a “importância de demonstrar o amor hoje, pois não sabemos se o amanhã existirá”. Abaixo a programação completa:

    Programação:

    9h - Abertura oficial: Entrada dos Anfitriões / Mestre de Cerimônia: Jornalista Danilo Guerra

    9h:55min - Boas vindas / Maria de Lourdes Lima Bastos 

    10h - Coreografia 

    10h05min - Confraternização com o cantor Gilson Reis Bastos 

    10h20min - Discursos e reflexões:

    Tema I: Família / Antonio Lima Freitas

    Tema II: A importância da convivência em família / Maria do Carmo Bastos 

    Tema III: Pais, estabeleçam regras para seus filhos / Danilo Bastos 

    Tema IV: Ame e valorize, hoje! Não sabemos se o depois existirá / Andréa Bastos 

    10h40min - Valsa dos Anfitriões

    11h - Almoço fraterno

    13h30mim - Show ao vivo com o cantor Anderson Dias

    17h - Encerramento 



  • Serei um gestor confiável, transparente e honesto, diz novo prefeito de Santo Amaro


    25.01.2017 08h09m
    Recomendar

    Filho de encarregado de serviços públicos e empreiteiro com uma professora, Flaviano Rohrs da Silva Bomfim, que completou 40 anos na última quinta-feira (19), realizou um dos maiores sonhos de sua vida: eleger-se prefeito da terra onde nasceu e se criou. Filiado ao Democratas, partido de dois dos políticos baianos mais influentes da contemporaneidade, ACM Neto e José Ronaldo de Carvalho, o novo prefeito de Santo Amaro foi eleito com 17.871 votos. Antes da realização do sonho, Flaviano já foi vereador e legislou na cidade entre os anos de 2005 a 2008 com destacada atuação na Câmara Municipal. Foi candidato a prefeito em 2008 e a vice-prefeito em 2012, mas não logrou êxito em nenhuma das duas tentativas. Contudo, em 2016, Flaviano dá a volta por cima e triunfa sobre os adversários políticos ao obter 51,8% dos votos válidos. Nessa entrevista exclusiva concedida ao jornalista Danilo Guerra, chefe de Redação do Folha do Estado, , o novo prefeito de Santana Amaro fala sobre seu triunfo nas urnas e o desafio de governar a cidade brinco do recôncavo.   

    FOLHA DO ESTADO: O senhor já disputou eleição para prefeito outras vezes. Em 2008, por exemplo, o senhor concorreu ao cargo, mas não logrou êxito ao contrário do que ocorreu em outubro do ano passado, quando foi eleito prefeito com votação expressiva obtendo 17.871 votos. Que sentimento lhe veio à mente quando seu nome foi confirmado como novo prefeito de Santo Amaro e de que forma o senhor pretende recompensar o povo que lhe elegeu?

    FLAVIANO ROHRS: Sentimento de grande responsabilidade e honra, afinal de contas, é um êxito incontestável ser Prefeito da cidade onde você nasceu, foi criado e escolheu viver. A recompensa é o comprometimento e a obrigação de ser um gestor confiável, transparente e honesto, não apenas para os que me elegeram, mas para todos os santoamarenses. Depois de 2 de outubro, todos os números zeraram e sou prefeito que representa o povo em geral.

    FE: Ser prefeito da cidade onde o senhor nasceu, sempre foi um sonho do Flaviano?

    FR: Desde sempre. Um sonho de vida, me preparei durante muito tempo para isso. Abdiquei de muita coisa em busca desse sonho. E hoje que é realidade, percebo cada dia mais que, além de um sonho, é uma missão.

    FE: Que área do município o senhor pontua como aquela que mais vai precisar de sua atenção?

    FR: As periferias e distritos, absolutamente abandonadas, sem o mínimo de infraestrutura e dignidade. Vamos trabalhar para que essas pessoas saiam do esquecimento e torná-las cada vez mais vivas e participantes do município, pois o sentimento de grande parte destes é de total isolamento.

    FE: Um dia depois de tomar posse, o senhor publicou um edito decretando “situação de emergência no município de Santo Amaro”. Em um dos “considerandos” do texto, o senhor afirmou que o município vivencia uma “situação dramática”. Quais desafios o senhor já está enfrentando para governar Santo Amaro?

    FR: Os desafios que nós já imaginávamos. Temos descoberto, diariamente, os impedimentos promovidos por aqueles que desejam inviabilizar qualquer atitude a favor do êxito de Santo Amaro. É inadmissível que santoamarenses que declaram amor por essa terra atuem nos bastidores para sabotar os projetos em prol do resgate e da dignidade da cidade. Se eu não tivesse convicção do caminho de probidade a que me disponho como gestor, estaria preocupado, mas esse não é o caso, pois estou pronto e apto a enfrentar quaisquer desafios nesse sentido.

    FE: O Hospital Maternidade de Santo Amaro ainda atravessa uma forte crise financeira e corre o risco de fechar as portas. De acordo com trabalhadores da instituição filantrópica, a unidade sofre com os baixos valores pagos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e com a suspensão do convênio que a prefeitura matinha com o local. O que o senhor pretende fazer para resolver este problema?

    FR: Já estamos fazendo. Os esforços já acontecem desde que fomos eleitos. Nosso objetivo é trazer novamente a população ao atendimento gratuito na Maternidade, pois não podemos admitir que santoamarenses deixem de nascer aqui. É uma instituição de 80 anos que merece respeito, e tem grande reconhecimento na região. Em breve traremos boas notícias para a população.

    FE: Hoje, o senhor completa 25 dias à frente da Prefeitura, como o prefeito avalia esse primeiro período de sua gestão?

    FR: Avalio como muito positivo, pois me cerquei de pessoas de confiança e capacitadas para traduzir em atitudes os planos que tenho para governar nossa cidade. Temos enfrentado, com muita disposição e vontade, problemas históricos de nossa terra. Me sinto completamente à vontade no lugar onde o povo me colocou. Com muita humildade e perseverança, pretendo continuar nesta linha de muito trabalho, dedicação, e de forma incansável buscar o progresso para Santo Amaro. Quando ouço das pessoas que já há um sentimento de renovação e leveza nas ruas e nas casas, agradeço a Deus por ter me concedido a honra de estar aqui. Essa é a maior recompensa que eu posso ter.

    FE: Quais as principais ações que já foram empreendidas nesse período?

    FR: Estamos reestruturando, aos poucos, todas as áreas da administração, levantando dados, verificando o inchaço da máquina administrativa e priorizando a saúde, a limpeza urbana e outros pontos cruciais.

    FE: No período de campanha eleitoral, o senhor elaborou seu plano de governo e o apresentou à comunidade. Dessa forma, como o senhor pretende governar Santo Amaro?

    FR: Sendo fiel a aquilo que projetamos. Não me interessam promessas vazias, o plano foi elaborado em cima de realidades e necessidades, e é isso que vamos procurar cumprir.

    FE: Certamente o senhor já avaliou o perfil dos vereadores que foram eleitos no último pleito. Diante da nova composição da Câmara Municipal, como será sua relação com o poder Legislativo? Quantos e quais compõem a bancada governista na Casa?

    FR: A relação do Executivo com o Legislativo deverá ter o tom do entendimento e do respeito mútuo. São poderes distintos, mas que precisam estar em sintonia pelo bem da cidade. A população está mais atenta e vigilante às atitudes de cada gestor e vereador. Independente de enumerar ou citar nomes, é importante que cada vereador desta nova bancada seja aliado de Santo Amaro, e não meu. É esta postura que deve ser adotada, em minha opinião.

    FE:  A tradicional festa da purificação que começou na segunda-feira passada e segue até o dia 2 de fevereiro, teve várias novidades implantadas por seu governo. Como a senhor avalia essas mudanças?

    FR: As mudanças vão de encontro a anseios da organização e do bem-estar daqueles que estão usufruindo da festa. É nossa obrigação buscar as melhores condições para que no decorrer desses dias, a população e os visitantes estejam perfeitamente à vontade para louvar nossa Padroeira e festejá-la. Nossa festa tem uma dimensão mundial, e merece ser tratada com o respeito da estatura que tem, e assim será.

    FE: É notório que tanto o governo federal, quanto estadual passam por um momento de crise, como o senhor pretende atuar para conseguir trazer recursos dessas instâncias governamentais para Santo Amaro?

    FR: Com muito trabalho e sem desistir, sem esmorecer, sem descansar. Já fizemos contatos e alianças nessas esferas e os resultados já começam a ser colhidos. É preciso resgatar a confiança no município para que os recursos cheguem. Este é o nosso principal empenho.

    FE: As eleições nacionais acontecem ano que vem. Que cargos o senhor acredita que seus aliados políticos ACM Neto e José Ronaldo de Carvalho, prefeitos, respectivamente, das duas maiores cidades da Bahia, concorrerão?

    FR: O prefeito ACM Neto deve ser candidato a Governador da Bahia, essa é uma tendência. A respeito de José Ronaldo, não sei falar com precisão, mas sabemos que a política dinâmica e os desafios são constantes. Desejo a ambos boa sorte em suas empreitadas.



  • Apenas 77 pessoas, de mais de 6 milhões, tiraram nota máxima na redação do Enem


    18.01.2017 18h48m
    Recomendar

    Apenas 77 pessoas tiveram nota mil, a nota máxima na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), conforme balanço divulgado hoje (18) pelo Ministério da Educação (MEC). O número de notas máximas foi bem abaixo das 104 registradas em 2015. De acordo com o MEC, 6,1 milhões de estudantes fizeram o exame em 2016.

    Os temas das redações do Enem foram "Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil", nos dias 5 e 6 de novembro, quando a maior parte dos candidatos fez a prova; e "Caminhos para combater o racismo no Brasil", nos dias 3 e 4 de dezembro. Em 2016, devido às ocupações de escolas e universidades por grupos contrários a mudanças educacionais no Brasil, o Enem foi adiado para alguns participantes.

    Para a secretária executiva do MEC, Maria Helena Guimarães de Castro, o desempenho na redação está também ligado ao desempenho em linguagens. A prova de linguagens, no Último Enem, registrou a menor nota mínima (287,5) e a menor nota máxima (846,4). "Há, claramente, um desempenho mais insuficiente em linguagens do que nas outras áreas, o que reforça o que as avaliações nacionais já indicam, que é a enorme dificuldade de leitura e escrita dos nossos alunos", segundo a secretária.

    A queda no número de redações nota mil vem sendo constatada ano a ano. De acordo com dados do ministério, o número de redações nota mil equivale a 0,001% dos que fizeram a prova. Em 2015, as 104 redações com nota mil representaram 0,002% do total de participantes do exame. Em 2014, foram 250 candidatos com nota mil, equivalentes a 0,004% dos participantes da prova. Em 2013, o número foi ainda maior: 481 candidatos obtiveram nota mil na redação, ou 0,009% do total.

    Mesmo com queda na quantidade de notas máximas, o grupo que tirou entre 901 e 999 aumentou em relação ao ano anterior. Foram 55.869 provas nessa faixa de notas, ante 47.770 em 2015 e 35.719 eno Enem de 2014.

    Na outra ponta, segundo o MEC, 291.806 candidatos tiraram nota zero ou tiveram a redação anulada no ano passado. Eles não poderão participar dos programas de seleção para vagas no ensino superior da pasta este ano.



  • SENAI oferece 151 vagas em Feira para cursos de aprendizagem industrial

    Todos os cursos são gratuitos e não há taxa de inscrição para o processo seletivo
    18.01.2017 16h55m
    Recomendar

    Estão abertas até 12 de fevereiro (ou até ser atingida a quantidade máxima de 10 candidatos por vaga) as inscrições para os cursos de Aprendizagem Industrial Básica do Senai-BA. Em todo o estado, são 1.058 vagas em 11 cursos.

    Em Feira, são 151 vagas para os cursos de Assistente Administrativo, Assistente de Produção, Auxiliar de Laboratório de Análises Físico-Químicas e Operador de Suporte Técnico em Tecnologia da Informação.

    Os candidatos devem ter de 14 a 21 e 18 a 21 anos, a depender do curso. Os interessados devem se inscrever exclusivamente pela internet, no site www.fieb.org.br/senai.

    Os candidatos aprovados no processo seletivo poderão ser contratados como aprendizes pelas indústrias. Conforme determina a legislação, os alunos com contratos de aprendizagem cumprirão ainda uma etapa prática na empresa por uma carga horária igual ou maior que à fase escolar do Senai.

    A lista de cursos, as localidades onde serão oferecidos e outras informações estão disponíveis no edital, que pode ser acessado no site do SENAI Bahia. 



  • Acidente na BR-116 deixa saldo de três mortos


    18.01.2017 13h03m
    Recomendar

    Três pessoas morreram na manhã desta quarta-feira (18) entre as cidades de Serrinha e Teofilândia, após uma carreta carregada com combustível se chocar de frente com um carro de passeio. O acidente ocorreu na BR-116 Norte, trecho do povoado Cabeça da Vaga. Morreram no acidente Vanderlei de Souza Santiago, 28 anos, Samara Oliveira Carneiro, ambos funcionários do Banco do Nordeste da cidade de Araci, e Antonio Carlos da Silva Melo Júnior, de 28 anos. Os corpos foram removidos para o Instituto Médico Legal de Feira de Santana. As causas do acidente estão sendo investigadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

    Fonte: Rádio Sociedade da Bahia 



  • Inscrição para professor que quer mudar de escola começa amanhã

    As inscrições começam nesta quarta-feira, 18 e segue até dia 24 de janeiro
    17.01.2017 16h25m
    Recomendar

    A Secretaria da Educação do Estado da Bahia publicou, nesta terça-feira (17), no Diário Oficial (DO), a portaria n° 241/2017 que define novo processo de remoção de professores do Ensino Fundamental e Médio que desejem mudar de escola. Agora, os interessados devem participar de seleção com inscrições, de 18 a 24 de janeiro, conforme edital nº 01/2017, publicado no DO desta terça-feira. O objetivo é normatizar o sistema de remoções e reajustar o quadro do magistério da rede estadual de ensino, respeitando os direitos dos servidores e sem comprometer a continuidade do serviço.

    Para a inscrição, os professores devem preencher o formulário de requerimento de remoção, contidos no Edital (clique aqui) protocolando no SAC Educação de Salvador e Feira de Santana, ou nos 26 Núcleos Regionais de Educação (NRE) do interior, justificando a necessidade para transferência de unidade. O processo de remoção independe de autorização ou ciência do superior hierárquico da unidade.

    Em caso de remoção pretendida entre unidades do mesmo município, o professor deverá indicar três escolas em ordem decrescente de prioridade. Já para transferência entre municípios, o educador deverá indicar três localidades também em ordem decrescente de prioridade. A divulgação da classificação será realizada no dia 1º de fevereiro, tendo a possibilidade de o professor recorrer no prazo de dois dias úteis. O resultado final será divulgado no dia 8 de fevereiro.  



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia