Em cima da hora:
População detém suspeito de roubar menor no Centro de São Carlos, SP
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Detran-BA incentiva o ensino de noções de trânsito na escola


    31.08.2012 15h01m
    Recomendar

    Permitir o acesso de estudantes de escolas públicas e particulares à noções de comportamento no trânsito é o objetivo do ciclo de visitações promovido pelo Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-Ba) neste mês de setembro, período em que se comemora a Semana Nacional de Trânsito.

    Meninos e meninas de 03 a 14 anos, de cerca de 20 escolas, vão ser recebidos, a partir do próximo dia 04 de setembro (terça-feira), pelas instrutoras de trânsito da Coordenação de Segurança e Educação para o Trânsito (CS) Luzinete Paixão e Maria José Moreira de Oliveira, que a princípio, ministrarão aulas teóricas sobre sinalização, os perigos e desafios de pedestres e condutores e como se comportar nas vias.

    No segundo momento, a garotada será convidada a conhecer o Centro Interativo, equipado com TVs e uma grande maquete que simula a circulação de veículos nas vias através de controle remoto. Cada participante vai verificar através do monitor, o seu destino, como está o local, passará por sinaleiras, faixas de pedestres, etc. A intenção é fazer com que ele se sinta parte do trânsito.

    Para os pequenos, ainda a possibilidade de percorrer um trajeto, também sinalizado, em mini carros motorizados, utilizando um espaço chamado mini-pista. “Serão dias de entretenimento, lazer e muito aprendizado. Isso porque o Detran-Ba acredita que todos devem ter acesso à educação para o trânsito, e quanto mais cedo melhor será o entendimento sobre as suas atitudes e responsabilidades nas vias”, salientou a instrutora Luzinete Paixão.

    Participam das atividades 25 alunos por turno (manhã9h e tarde14h). No mês de setembro estão confirmadas visitas nos dias 04, 06, 10, 11, 12, 13, 14, 17, 18, 19, 20, 21, 24, 25, 26, 27 e 28. Dentre as escolas participantes estão: Escola Fundação Bradesco, em Cajazeiras; Escola Dom Francisco Leite, na Liberdade; Educandário Objetivo, em Sete de Abril; Escola Logo Kids, no Imbuí e Escola de Educação Infantil Aliança, em Nova Sussuarana. As visitações devem ultrapassar os limites da Semana Nacional de Trânsito, se estendendo até o final do ano.

    Fonte: Detran/BA.

      



  • Aprovação da lei das cotas preocupa rede privada de ensino em Feira de Santana


    31.08.2012 13h18m
    Recomendar

    Por Danilo Guerra com colaboração de Luisy Nascimento

    Fotos: Guilherme Andriani

    Arte: Folha de São Paulo

    A lei que reserva 50% das vagas nas universidades federais do Brasil a quem cursou o ensino médio integralmente em escolas públicas foi sancionada na última quarta-feira (29) pela presidente da República Dilma Rousseff.

    Embora a nova lei passe a valer a partir do ano que vem, as federais terão até 2016 para reservar metade das vagas para os alunos de escolas públicas, "50% delas serão reservadas a negros, pardos e indígenas e os outros 50% a alunos de famílias com renda per capita de até um salário mínimo e meio", informa um trecho da lei.

    A medida vem dividindo opiniões nos quatro cantos do País, desde quando foi aprovada no Senado Federal. Em Feira de Santana, segunda maior cidade da Bahia, a notícia não foi bem recebida por diretores, coordenadores, professores e estudantes das escolas da rede privada de ensino fundamental e médio.

    Segundo Adriana Bulôs, coordenadora geral de uma escola particular da cidade, a política de cotas raciais e sociais não vai resolver o problema da educação no Brasil. Ela avalia que a maior deficiência está na qualidade da educação básica ministrada em instituições públicas. “Acredito que isso seja uma camuflagem, porque termina encobrindo o problema existente dentro das escolas públicas”.

    Ela também esclarece que o que parece ser bom pode ter efeito danoso. “A sociedade precisa perceber que não adianta abrir cotas se não houver políticas que melhorarem a qualidade da educação básica da rede pública. Se continuar assim a tendência é piorar”, advertiu a coordenadora.

    Na esteira desse pensamento, Everilda Sampaio, diretora de uma outra instituição privada, diz que as cotas reduz o número de vagas para os estudantes da rede privada nas melhores universidades Brasil, o que acaba preocupando o setor privado da educação.

    “Essa questão do vestibular é uma pressão muito grande para os adolescentes, imagine agora que ele terá 50% das suas chances reduzida? Então isso é uma preocupação para gente, principalmente com a saúde emocional desses estudantes”, questionou a diretora.

    Por conta da desvantagem apresentada pela diretora, estudantes da rede estão preocupados com seu ingresso no ensino superior. Joanderson Santana, aluno do 3º ano, diz que terá que estudar dobrado porque a concorrência pode aumentar com a redução das vagas. “Nós que somos alunos da rede particular saímos na desvantagem, porque como a concorrência é grande e com isso, temos que ter um empenho maior para conseguirmos a vaga”.

    Eliziane Morais, também da rede privada, diz que a aprovação da lei vai agravar ainda mais as lacunas existentes na educação básica desde tempos remotos. “Eu acredito que vai transferir o problema existente na base para as universidades. Eles pensam que vão resolver o problema com as cotas, mas, na verdade, o estão tornado mais grave”, ponderou a estudante de 17 anos.



  • Escola encerra comemorações alusivas à Semana do Folclore


    31.08.2012 10h33m
    Recomendar

    Uma série de apresentações, recheadas de muita emoção e rica em aprendizagem marcou hoje (30) a culminância do projeto Folclore, que teve início no mês passado, na Escola Ester da Silva Santana,  no bairro Mangabeira, em Feira de Santana.

    Dividido em etapas, a ação pedagógica incentivou os estudantes à pesquisa. Durante o processo, eles utilizaram como fonte a edição especial do jornal Folha do Estado, que abordou o folclore como cultura regional, publicada no dia 23 deste mês.

    O resultado da busca foi discutido em sala de aula com professores e estudantes. Numa outra etapa, os alunos confeccionaram murais ilustrativos apresentando diversas histórias populares ilustradas com dezenas de personagens lendários.        

    Ontem, a equipe de reportagem do Folha do Estado participou da culminância do projeto e pode registrar as apresentações feitas pelos estudantes das mais diversas turmas.

    Enfeitados de personagens folclóricos como Boitatá, Boto Rosa, Curupira, Sereia Iara, Mula-sem-cabeça, Saci-Pererê e Bumba-meu-boi, os alunos deram um show de talento e criatividade no salão da Escola Municipal Ester da Silva Santana.

    No ritmo da diversidade, Lídia Rocha, gestora educacional, imergiu os estudantes num universo simbólico cheio de encanto e alegria. “Propomos a ressignificação das datas comemorativas para possibilitar a construção de novos elementos culturais”.

    Os pais dos alunos, que lotaram as dependências das escolas, aprovaram a iniciativa de proporcionar esse momento de diversão e aprendizado para seus filhos. “Esses projetos são muito importantes porque fortalece o aprendizado considerou Maria da Conceição, mãe de aluna.

    Feliz com os resultados alcançados, a professora Ivana Pinheiro, coordenadora pedagógica da instituição considera a o folclore como uma oportunidade para resgatar e valorizar a diversidade na cultura de raiz.

    Danilo Guerra com a colaboração de Morgana Edja - Foto: Guilherme Andriani



  • Sai resultado do concurso da Prefeitura de Feira


    29.08.2012 08h50m
    Recomendar

    Depois de tanto sobe e desce e muita confusão, o que acabou arranhando a credibilidade do certame, a Prefeitura Municipal de Feira de Santana divulga hoje o resultado da prova objetiva do concurso realizado em 25 de março deste ano pela UefsUniversidade Estadual de Feira de Santana.

    Mais de duas mil pessoas foram aprovadas no certame. Segundo o edital, serão preenchidas 213 vagas distribuídas em 22 setores da administração municipal, com salários que podem chegar a R$ 5.507,65, mais gratificações. Para este concurso foram inscritos 19.867 candidatos.

    Clique aqui e acesse a lista completa.



  • Novo filme de Renato Aragão zomba do ÚNICO filho de Deus e exalta ações do anti-cristo


    28.08.2012 18h41m
    Recomendar

    A indústria cinematográfica está repleta de obras com conteúdo ofensivo ao Cristianismo. Especialmente nos últimos tempos, em que ser anticlerical parece sinônimo de muita inteligência e erudição, pululam as expressões artísticas avessas aos dogmas católicos e às máximas do Evangelho.

    É o caso da mais nova produção do humorista Renato Aragão, de título “O Segundo Filho de Deus”. O ator, que ficou conhecido por interpretar a personagem Didi Mocó, dos Trapalhões, explicou o roteiro. “Como Jesus veio à Terra e não conseguiu cumprir a sua missão (!), porque os homens não deixaram, Deus resolve mandar um segundo filho. , sim, Ele cumpre a missão.”

    Que dizer da proposta deste filme? Ora, é notável que a ideia do enredo está bastante associada à doutrina com a qual Renato Aragão sempre mostrou simpatia: o espiritismo. Vem do espiritismo esta ideia de que o sacrifício de nosso Senhor Jesus Cristo foi insuficiente, e de que, portanto, seria preciso uma nova “revelação”; vem do espiritismo a noção de que Jesus não era Deus, mas simplesmente um espírito evoluído, sendo, portanto, de pouca importância sua missão nesta Terra. E, embora o teor desta nova produção de Renato não seja explicitamente espírita, é influenciado por uma visão kardecista de redenção que o ator global estrela “O Segundo Filho de Deus”.

    Porém, o que mais gera revolta é que este mesmo senhor, que sempre fez propaganda espírita velada em seus programas na Rede Globo – e que, agora, decidiu debochar descaradamente da cristã -, tenha recebido, ainda neste mês, uma homenagem pública, concedida pela nossa CNBB, por “difundir valores cristãos através de suas ações”. E estes supostos “valores cristãos” estariam associadosvejam ! – ao trabalho desenvolvido pelo artista no projeto Criança Esperança. Nossa Conferência Episcopal se esquece que esta campanha da Rede Globo conta com o apoio indispensável da Unicef, a mesma que financia o aborto de meninas na África.

    No entanto, ainda que fosse uma autêntica virtude cristã prestar auxílio neste projeto filantrópico – o que não é o caso -, o termo “valores cristãos” não pode deixar de fora, por exemplo, a virtude teologal da . Assim, esta obrigaria a crença na divindade de Cristo, e também na suficiência de Sua Revelação… Mas, definitivamente, não é nisto que crê Renato Aragão, o protagonista deste filme insidioso e provocador.

    Saudades de quando as trapalhadas do Didi faziam as pessoas rir. Hoje em dia, são trapalhadas blasfemas e ultrajantes, que deveriam fazer-nos chorar. Um triste fim de carreira para um ator de tanto renome.

    Fonte: Everth Queiroz Oliveira



  • Concurso da Prefeitura: gabaritos finais; resultado da prova objetiva sai esta semana


    28.08.2012 11h36m
    Recomendar

     A Uefs divulgou os gabaritos finais do concurso público da Prefeitura Municipal após a análise dos recursos interpostos por candidatos. Ao contrário do anunciado anteriormente, foram anuladas questões das provas de conhecimentos específicos dos cargos de Contador (questões 22 e 23), Engenheiro Agrônomo (44) e Engenheiro Químico (37). Houve, ainda, alterações, sem anulação de questões, nos gabaritos das provas de conhecimentos específicos para os cargos de Contador (25, 26 e 32), Engenheiro Agrônomo (40) e Médico (questão 29).

    Confira os gabaritos

       Ainda esta semana, a Uefs divulga o resultado da prova objetiva. O processo foi retomado nessa segunda-feira (27) com a decisão do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia, que suspendeu os efeitos da liminar/antecipação de tutela deferida em março pelaVara da Fazenda Pública, que impossibilitou o andamento do concurso.

       Nesta terça-feira (28), os candidatos que entraram com pedido de anulação de questões podem solicitar o resultado dos respectivos recursos, o que deve ser feito pessoalmente na Coordenação de Seleção e Admissão da Uefs, localizada no primeiro andar do prédio da Reitora, campus universitário.

       Nos próximos dias, a Uefs divulga as datas da segunda etapa do concurso, de prova de títulos e psicoteste. O cronograma das demais etapas será divulgado no momento oportuno.

       O pedido de suspensão teve como argumento a não nomeação de alguns candidatos aprovados no concurso realizado em 2006. Mas, o presidente do TJ-BA, Mário Alberto Hirs, decidiu que o Município comprovou, mediante apresentação de documentos, que não existem irregularidades na contratação de candidatos aprovados em concurso anterior.

    Fonte: Ascom/Uefs



  • Luiz Tito: 20 anos escrevendo com a luz


    28.08.2012 11h04m
    Recomendar

    Esse é o tema da exposição fotográfica que acontece na próxima sexta-feira, 31, a partir das 19 horas, no Museu Parque do Saber Dival da Silva Pitombo, em Feira de Santana, para celebrar os 20 anos de exercício profissional-artístico do fotojornalista Luiz  Vitoriano Tito Pereira, o popular Luiz Tito.

     Tão provocativas e ao mesmo tempo tão belas, as 60 fotos coloridas que vão compor a amostra fotográfica Luiz Tito: 20 anos escrevendo com a luz”, retratam o cotidiano de muitas cidades baianas, inclusive Feira de Santana, que nos versos de Ruy Barbosa ganhou o status de Princesa do Sertão.

    Os arquivos de Luiz Tito são essenciais não apenas pela exaltação à cultura visual, mas por iluminar e eternizar a história das cidades que escolhera como seu objeto estudo. Em comunicação enviada ao PROFESSOR-REPÓRTER, ele antecipou que “os visitantes terão a oportunidade de visualizar”, no seu trabalho, “a verdade nua e crua, mas sem abdicar da poesia”.

    Para ter acesso ao local da exposição, os amantes da arte, deverão levar um quilo de alimento não perecível que, segundo Tito, será destinado ao Lar do Irmão Velho em Feira de Santana. “Tome um porre cultural inesquecível e contribua com o sorriso de um velhinho, que também já foi mocidade”, ressaltou o fotógrafo.

     Possíveis presenças

     Importantes nomes da fotografia e do jornalismo vão abrilhantar o evento. O fotojornalista Reginaldo Pereira, o editor de fotografia do jornal A Tarde, José Carlos Casaes; jornalista Levi Vasconcelos, colunista de A Tarde; Marjorie Moura, presidente do Sindicato dos Jornalistas da Bahia – Sinjorba, e Luiz Hermano Abbehusen, presidente da Associação dos Repórteres  Fotográficos e Cinegrafistas da Bahia -  ARFOC- .



  • Em noite memóravel, Academia de Educação empossa três novos membros


    28.08.2012 09h47m
    Recomendar

     

    Aconteceu no último dia 23 de agosto,  no teatro da  CDL, a posse de três  novos membros da Academia de Educação de Feira de Santana, um evento que foi marcado pela grandeza das peças discursivas apresentadas pelas novas empossadas e pelos seus respectivos padrinhos.

    Ocupou a cadeira número 23, a professora Antonia Carlinda Cunha de Oliveira, tendo como patrono o ex-Reitor da UEFS, Prof. José Maria Nunes Marques. O acadêmico Edivaldo Boaventura fez uma belíssima saudação à sua afilhada, a qual, no seu pronunciamentoreferiu-se a ele como um “notável educador de quem se diz, com justiça, arquiteto das universidades”.

    A professora Maria Lucia Servo foi empossada titular da cadeira número 24, que tem como patrono o professor Carloman Carlos Borges, fundador da antiga Faculdade Estadual de Educação e da UEFS. A madrinha da acadêmica, a professora Terezinha Trócoli fez um pronunciamento voltando o olhar para a trajetória profissional da professora Lucia Servo, enfermeira e educadora, também docente da UEFS.

    Na cadeira número 25, que tem como patrono Honorato Bonfim, foi empossada a professora Lélia Vitor Fernandes de Oliveira, cujo padrinho, o professor Joselito Falcão de Amorim, emocionou o público com seu discurso, reportando-se à história da educação em Feira de Santana e à sua afilhada, agora confreira, citando a sua belíssima trajetória como educadora.

    A presidente da Academia, professora Anaci Paim, ao encerrar a solenidade deixou a sua mensagem de agradecimento enaltecendo a figura do educador, que, a seu ver, jamais será extinta como foram extintas a dos caixeiros e tropeiros, porque educador é fundador de mundo, mediador de esperança, pastor de projetos, construtor de sonhos, indispensável à construção da comunidade cidadã.

    Um grande público marcou presença no evento. Pessoas dos mais diversos segmentos da sociedade, amigos e familiares das novas acadêmicas estavam visivelmente alegres e emocionadas.

    Fonte: Academia de Educação

      

     



  • UESB realiza aula inaugural da pós-graduação em Gestão Educacional


    26.08.2012 20h04m
    Recomendar
    UESB realiza aula inaugural da pós-graduação em Gestão Educacional
    Estudantes atentos recebem as primeiras orientações no curso

    Objetivando “contribuir para a formação e qualificação de gestores educacionais na perspectiva da gestão democrática para efetivação do direito à educação escolar com qualidade social pautada na diversidade e na emancipação humana”, a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESBatravés do Departamento de Ciências Humanas e Letras realizou na noite de sexta-feira, 24, aula inaugural do curso de Especialização em Gestão Educacional.

    O coordenador do curso, professor Ubirajara Couto Lima, mestre em educação pela UFBA, recebeu a turma, composta por 40 alunos, na sala Seminário II do CAP. deu as boas vindas aos cursistas e, na companhia de outros professores mestres e doutores, mostrou a dinâmica de funcionamento da especialização.

    Na contramão da lamentação pedagógica, tão comum no discurso de pedagogos e pedagogas desesperançados, a proposta do curso não é inventar novos métodos educacionais, mas conceber estratégias inteligentes de utilização dos existentes.

    “Tudo o que se teria de inventar na educação foi inventado. Temos muitos métodos maravilhosos de alfabetização, mas ainda milhões de analfabetos. Essa pós nasce exatamente para que o professor-pesquisador possa construir projetos de intervenção na realidade a fim de transformá-la por intermédio da qualidade de sua gestão”, justificou Ubirajara.

    Com duração de um ano, aproximadamente, a pós-graduação em Gestão Educacional contempla diversas áreas do saber pedagógico, desde políticas públicas de educação, perpassando pelos campos da democratização da escola bem seu financiamento, gestão da educação em espaços não-formais de educação até ao ciberespaço como campo de atuação dos professores do futuro que é agora.



  • Uefs oferece 20 vagas para Mestrado em Educação


    23.08.2012 14h39m
    Recomendar

    A Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) inscreve, no período de 27 de agosto a 13 de setembro, para seleção do Programa de Pós-Graduação em Educação, nível de mestrado. São oferecidas 20 vagas para portadores de diploma de nível superior da área de educação e afins que desenvolvem ou pretendem desenvolver atividades de ensino e pesquisa.

    O edital prevê duas linhas de pesquisa na área de concentração Educação, Sociedade e Culturas: “Políticas educacionais, história e sociedade” e Culturas, formação e práticas pedagógicas”.

    O mestrado terá duração de 24 meses e a inscrição deverá ser feita pela internet, no endereço www.uefs.br/portal, na opção Concursos e Seleções, local em que está publicado o edital com as orientações necessárias aos candidatos.

    Outras informações através do telefone (75)3161-8246 ou pelo e-mail: [email protected]



  • Ministro defende agilidade na reforma do currículo do ensino médio


    23.08.2012 14h00m
    Recomendar

    O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, acredita que o país tem motivos para comemorar os resultados do índice de desenvolvimento da educação básica (Ideb) de 2011. Ressalta, no entanto, que é necessário avançar em todas as etapas, principalmente no ensino médio.

    Com relação a essa etapa do ensino, em que os dados do Ideb apontam quadro de estabilidade, Mercadante diz que as ações devem passar pela ampliação das escolas de tempo integral e pela reformulação do currículo. “Precisamos de um novo currículo, mais flexível, menos fragmentado, tirando um pouco dessa sobrecarga de disciplinas”, afirmou o ministro, no programa de rádio Hora da Educaçãosexta-feira passada, dia 17. O ensino médio da rede pública tem hoje 13 disciplinas obrigatórias, mas pode chegar a 19, com as opcionais.

    Segundo Mercadante, o novo currículo do ensino médio deve ser organizado com base nas quatro áreas de conhecimento cobradas pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) — matemática e suas tecnologias; linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias. “Em quatro anos, metade das vagas nas universidades federais será preenchida por alunos de escolas públicas”, previu. “Essa chance nunca foi possível antes no Brasil.”

    Ainda de acordo com o ministro, haverá pressão por resultados no Enem, “que vai ser o elemento estruturante do ensino médio” (clique aqui e leia mais sobre isso neste blog)

    As novas diretrizes do ensino médio, homologadas em janeiro deste ano, estabelecem que o MEC encaminhe ao Conselho Nacional de Educação (CNE) uma proposta de novo currículo. O projeto será apresentado em consonância com o Plano Nacional de Educação, que prevê o direito de aprendizagem e desenvolvimento dos estudantes do ensino médio. está em andamento o estudo que permitirá o aprofundamento e o detalhamento dessa proposta curricular.



  • Dilma vai vetar artigo da Lei de Cotas para que Enem seja critério de seleção


    23.08.2012 00h28m
    Recomendar

     

    A presidente Dilma Rousseff vai vetar parte do projeto de lei que institui o sistema de cotas raciais e sociais nas universidades federais de todo o País. De acordo com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, que se reuniu ontem, 22, com a presidente, o artigo que trata da seleção dos estudantes será desconsiderado. Dilma tem até dia 29 de agosto para sancionar a nova lei.

    Pelo texto aprovado no Congresso, a seleção dos estudantes que terão direito a ingressar nas universidades federais pelo sistema de cotas será feita com base no Coeficiente de Rendimento (CR), obtido a partir da média aritmética das notas do aluno no ensino médio. Com o veto a esse trecho, o governo quer garantir que o Enem seja a ferramenta para definir o preenchimento da vagas destinadas aos cotistas.

    “Vai ter o veto do Artigo 2.º, que é o acesso. O acesso se faz pelo Enem. A regra republicana do Brasil é o Enem. Os alunos optaram pelo Enem”, disse o ministro.

    O projeto de lei aprovado no Senado, no começo deste mês, prevê que as universidades públicas federais e os institutos técnicos federais em todo o País reservem, no mínimo, 50% das vagas para estudantes que tenham estudado em escolas da rede pública. Dentro desse universo serão aplicados também critérios raciais.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia