Em cima da hora:
Motociclista fica ferido após bater de frente com ônibus em Ribeirão Preto
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Reforma Protestante, 495 anos de história

    A Reforma foi necessária para que a igreja voltasse às raízes do cristianismo primitivo as doutrinas cristãs do seu nascedouro
    31.10.2012 11h22m
    Recomendar
    Reforma Protestante, 495 anos de história
    A Igreja Católica se tornou uma senhora feudal e abandonou os princípios cristãos, o que motivou a Reforma Protestante, disse Elizete da Silva, especialista em História das Religiões

    Por Danilo Guerra

    Liderada pelo monge alemão Martinho Lutero, a Reforma Protestante completa hoje 495 anos. Depois do rompimento público e definitivo com a Igreja Católica Apostólica Romana no século XVI por conta das suas 95 teses, as verdades bíblicas pregadas por Lutero se espalharam por todas as regiões do mundo e conquistou incontáveis adeptos
    Elizete da Silva, professora titular da Universidade Estadual de Feira de Santana, especialista em História das Religiões, história do Protestantismo e coordenadora do grupo de pesquisa da Religião, explica que durante a Idade Média, a Igreja Católica se tornou uma senhora feudal e interferia diretamente nas decisões políticas juntando, para si, altas somas em dinheiro e terras apoiada pelo sistema feudalista.
    Contrariando as práticas mercantis e a hegemonia católica, começaram a surgir diversos grupos religiosos que protestavam contra a lógica dominante e opressora da Igreja Romana. "Estes grupos foram necessários porque a igreja católica apostólica romana tinha se desviado dos propósitos do cristianismo primitivo, um cristianismo que tinha um conjunto de doutrinas e de práticas devocionais, de caridade, simplicidade e pureza evangélica", esclareceu.
    Com o advento da Reforma, os protestantes passaram a cultivar esses princípios e a contestar a ordem imperial romana. Por conta disto, "muitos foram trucidados, perseguidos e destroçados por conta da inquisição", explica a pesquisadora.  "A reforma foi necessária para que a igreja voltasse às raízes do cristianismo primitivo as doutrinas cristãs do seu nascedouro" completou.
    Segundo ela, a escolha do dia 31 de outubro não foi aleatória, pelo contrário foi muito bem planejada. "Lutero sabia que o 31 de outubro era muito importante no calendário católico, visto que antecedia o 1º de novembro, dia de todos os santos. Então, estrategicamente, ele afixa suas 95 teses, em 31/10, na porta do templo para que todos os católicos lessem antes de adentrar a igreja".
    As teses eram uma refutação aos desvios e aos erros da igreja católica desde a venda de indulgências, à salvação pelas obras; "exatamente o contrário do prega a bíblia que diz que a salvação é pela ".
    A historiadora assegura que Lutero se baseou em quatro princípios fundamentais das Escrituras Sagradas: à salvação pela e não pelas obras, Jesus Cristo como único mediador entre Deus e os homens, a centralização da Bíblia e o sacerdócio universal cristão. E por conta disto, incomodou a clero romano.
    O rompimento aconteceu em um debate público na presença de representantes da igreja católica e amigos de Lutero quando a bula papal dizia que Lutero deveria se retratar ou era considerado herege e estaria condenado a morte. "Então, como bom alemão, colérico ele rasga a bula e a joga na pira dizendo preferir seguir sua própria consciência. Nesse momento um rompimento definitivo e a reforma não teve mais volta". A partir daí qualquer homem e qualquer mulher poderia ler a Bíblia e ser iluminado pelo Espírito Santo.
    Matinho Lutero nasceu em 10 de novembro de 1483 e faleceu de morte natural em 18 de fevereiro de 1546. Mas suas sua coragem, seu destemor e sua ousadia teológica, o transformaram em imortal por não negar as verdades incontestáveis da Bíblia Sagrada desprezadas pela Igreja Católica Romana da Idade Média.

     



  • Projeto Jornal nas Escolas aborda educação inclusiva: Será que já temos uma escola para todos?


    26.10.2012 14h28m
    Recomendar

    Uma das frases mais célebres do patrono da educação brasileira, Paulo Freire, é “Ninguém educa ninguém; ninguém se educa sozinho; os homens se educam em comunhão”. Sendo assim, a escola, enquanto ambiente privilegiado do encontro de diversas raças, etnias, crenças e religiões; não pode ficar indiferente às evoluções nesses aspectos e anular as diferenças existentes dentro dela.

    Partindo desse pressuposto, a escola inclusiva acredita que todos os sujeitos escolares podem aprender e fazer parte da vida escolar e social. Portanto, nessa edição, procuramos valorizar a educação para a diversidade pois acreditamos que as diferenças fortalecem a identidade de cada sujeito além de criar novas oportunidades para construção de novos saberes e novas aprendizagens.

     



  • Matrícula para curso de especialização em educação infantil


    26.10.2012 12h26m
    Recomendar

    Os candidatos aprovados nas duas seleções realizadas para o curso de Especialização em Docência na Educação Infantil devem fazer a matrícula neste sábado (27), das 8 às 15 horas, no Centro Integrado de Educação Municipal Professor Joselito Amorim. Promovido pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Seduc), o curso é destinado a professores que atuam na rede pública em turmas de educação infantil de Feira de Santana e municípios da região.

    A turma será formada por, no mínimo, 40 cursistas e no máximo 45, que cumprem pré-requisitos como ser professor do quadro efetivo da rede municipal; ter formação em pedagogia, normal superior ou licenciaturas, e atuar em escola de educação infantil, em creches ou pré-escolas, seja como professor ou gestor.

    As vagas foram disputadas por 78 professores, que passaram pelas últimas etapas das seleções nesta semana. A relação dos 30 candidatos aprovados na primeira seleção pode ser conferida através do link abaixo. O resultado da segunda seleção que foi realizada na quinta-feira (25) ainda não foi divulgado pela UFBA.

    A recomendação, conforme a técnica da Divisão de Educação Infantil da Seduc, Maria José de Araújo, é de que os candidatos fiquem atentos aos emails. “A UFBA garantiu que vai repassar o resultado no final da tarde desta sexta-feira (26). Vamos entrar em contato com os aprovados por telefone e emails. Os candidatos poderão checar o resultado também no local onde serão realizadas as matrículas”, informa.

    O curso possui carga horária total de 450 horas e deverá ser iniciado no final do mês de novembro. As aulas serão realizadas aos sábados no Joselito Amorim. A conclusão do curso está prevista para acontecer em janeiro de 2014.

    A seleção envolveu avaliação escrita composta de duas partes - primeiro, a redação de memorial narrativo, descritivo, argumentativo e crítico-reflexivo, sobre os conhecimentos e experiências do candidato de modo geral e sobretudo na Educação Infantil. A segunda parte envolveu a apresentação de justificativa acerca do interesse pelo curso. O edital de convocação pode ser conferido no link abaixo:

    http://www.feiradesantana.ba.gov.br/noticia.asp?id=13188



  • Faça gratuitamente o simulado do Enem e concorra a prêmios


    26.10.2012 11h59m
    Recomendar

    Os interessados em testar seus conhecimentos sobre o Exame Nacional do Ensino Médio podem acessar o link http://enem.atarde.uol.com.br/index.jsf e realizar o simulado envolvendo todas as disciplinas cobradas no exame. O simulado é importante porque possibilita ao estudante uma auto-avaliação de rendimento. Muito sucesso aos mais de 6 milhões de inscritos no ENEM 2012.

    O Jornal A Tarde, autor do simuladovai presentear os candidatos que obtiverem as três melhores notas com um iPad e o primeiro também ganhará uma assinatura digital do periódico.



  • Prêmio Professores do Brasil encerra inscrições no sábado


    26.10.2012 11h30m
    Recomendar

    Terminam neste sábado (27) as inscrições para a 6ª edição do Prêmio Professores do Brasil, uma iniciativa do Ministério da Educação e Cultura (MEC) que valoriza práticas bem-sucedidas e inovadoras nas escolas da rede pública. Os professores podem inscrever suas iniciativas pedagógicas que tenham sido realizadas em sala de aula no ano passado ou até o dia de outubro deste ano.

    As experiências selecionadas pela comissão julgadora entre as categorias recebem R$ 7 mil, trófeu e certificados. O Prêmio Professores do Brasil tem o apoio do Conselho Nacional dos Secretáriod da Educação (Consed), União Nacional dos Dirigentes Municipais da Educação (Undime), Organização dos Estados Ibero-Americanos (OEI), Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), Associação Brasileira de Editoras de Livros Escolares (Abrelivros), Fundação Volkswagnen, Fundação SM e Instituto Votorantim.  

    Conheça o regulamento clicando aqui



  • Escola promove III Festival de Vídeo

    Os melhores vídeos serão conhecidos nesta quinta-feira
    24.10.2012 20h30m
    Recomendar

    Com a proposta de fomentar o uso de recursos tecnológicos a favor do aprendizado, a Escola Municipal Maria Antônia da Costa (EMMAC) está promovendo mais um Festival de Vídeo. O concurso alcança a terceira edição e está sendo desenvolvido sob o tema “O melhor de mim para o outro”. Os melhores vídeos serão conhecidos nesta quinta-feira (25), às 14 horas, quando a comissão julgadora vai avaliar os vídeos produzidos pelos alunos, na Igreja Universal do Reino de Deus, situada na avenida Getúlio Vargas.

    De acordo com a professora Helena Nogueira, o objetivo do festival vem sendo alcançado com êxito. “Os alunos se empenham, usam a criatividade e conseguem produzir vídeos excelentes. As novas tecnologias, quando bem usadas, se tornam ótimas fontes de informações para adquirir e construir conhecimentos”, defende, acrescentando que os vídeos foram produzidos por alunos do 3º aoano, que possuem faixa etária entre 10 a 16 anos.

    Os estudantes usaram equipamentos como câmera de vídeo, máquina digital, câmera de celular e puderam editar os vídeos, que têm no mínimo 1 e no máximo 3 minutos de duração, através do computador, seguindo as orientações dos professores. “Cada sala foi dividida em equipes e conforme eleição da turma dois vídeos foram escolhidos para representá-la. Os alunos seguiram subtemas como O que fazer para ter amigos? Me trato bem e trato os outros bem ? Como o adolescente faz para ser amigo? Como o jovem pode dar o melhor de si para o outro?”, revela a professora.

    Do total de vídeos inscritos, os três melhores apontados pela comissão julgadora serão premiados. A equipe que produziu o vídeo classificado em 1º lugar recebe premiação no valor de R$300. os grupos que produziram os eleitos em 2º e 3º lugar serão premiados, respectivamente, com R$100 e R$50. Dente os critérios que serão analisados pela comissão, estão conteúdo, criatividade e atuação dos apresentadores.

    Fonte: Secom/PMFS



  • Projeto busca doações de livros e gibis


    24.10.2012 15h02m
    Recomendar
    Projeto busca doações de livros e gibis
    Livro à Mão Amiga quer transformar praças em ponto de leitura

    Com a finalidade de incentivar a leitura nas ruas e praças de Feira de Santana, devolvendo a elas o que o crescimento da cidade tirou: ser um ponto de encontro entre pessoas, de conversas e descanso. O projeto Livros à Mão Cheia está recebendo doações de livros e gibis em diversos pontos de apoio para que, no próximo sábado (27) a partir das 9h, haja uma distribuição gratuita dos títulos doados por pessoas solidárias com a iniciativa. O local escolhido para o evento foi a Praça João Pedreira (em frente ao Mercado de Arte).  
    "Este é um local no centro da cidade, ponto de convergência entre comerciantes, funcionários públicos, estudantes, motoboys, moradores de rua e outros cidadãos que, pela rotina ou por desinteresse do poder público, não têm tempo ou incentivo para a leitura e o estudo prazeroso", disse Astrude Modesto, organizadora.
    Um dos pontos principais para o Livros à Mão Cheia é o desenvolvimento de ações que estimulem a leitura, pois isso é fundamental para a formação de pessoas conscientes de seus direitos e deveres. "Pensar uma boa educação gratuita, uma cidade limpa, uma saúde pública de qualidade, requer cidadãos leitores, pois no mundo informatizado que vivemos é quase impossível pensar que a consciência política não perpasse pela leitura de um bom jornal, de um bom livro, de uma boa revista ou de uma página na internet. Ler deve ser um hábito, fazer parte da rotina, estar em todos os locais, inclusive em vias e praças públicas", completou Astrude.
     Aos interessados em participar desta ação, as doações podem ser feitas em três pontos de apoio para coleta na cidade:
    " Centro de Cultura Amélio Amorim - Av. Presidente Dutra, 2222, Capuchinhos.
    Empresa Cidade Propaganda - Rua Domingos Barbosa de Araújo, 486, Kalilândia.
    Museu de Arte Contempporânea (MAC) - Rua Geminiano Costa, 255, Centro.

    Obs.: Texto publicado originalmente na edição de hoje do Jornal Folha do Estado da Bahia
     



  • Projeto combate violência nas Escolas apresenta bons resultados


    23.10.2012 20h46m
    Recomendar

    Implantado no Município em abril de 2011, o Projeto Paz nas Escolas reduziu em 95% a violência no ambiente escolar. A iniciativa é desenvolvida pela Secretaria Municipal de Prevenção à Violência e Direitos Humanos (Seprev), através da Guarda Civil Municipal (GCM), em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Seduc).

    Somente no ano passado foram apreendidos 150 objetos a exemplo de facas, revólver, estiletes, réplicas de armas, entorpecentes, dentre outros. Este ano, foram recolhidos 18 objetos durante as rondas nas escolas da rede municipal de ensino. Segundo o comandante da Guarda Municipal, Marcos Vinícius Alves, o projeto tornou-se referência para outros municípios.

    “O projeto Paz nas Escolas vem sendo desenvolvido em cidades como Maragojipe, Salvador, e cidades do estado do Rio de Janeiro e São Paulo. Através do projeto temos alcançado resultados bastante positivos. Este ano não houve nenhuma apreensão de arma de fogo”, informa.

    De acordo com Marcos Vinícius, para assegurar a tranquilidade no ambiente escolar, prepostos da Guarda Municipal realizam rondas diariamente. “Os alunos são bem receptivos e colaboram com o projeto. Outro fator importante é a presença de vigilantes nas escolas municipais, o que não existia anteriormente. Os dados comprovam que a execução do projeto tem surtido grande efeito”, pontua.

     Fonte: Secom/PMFS



  • Vanderlino Evangelista: De matador-justiceiro a pregador da Paz e da Esperança

    Reportagem Especial
    18.10.2012 13h36m
    Recomendar

    O velho homem era governado pelo diabo. Hoje, minha vida é conduzida por Jesus 

    Por Danilo Guerra

    Ele nasceu no ano bissexto de 1968 e ainda na infância foi desenganado pela medicina. Sua avó e sua mãe eram adeptas do candomblé; seu avô, pistoleiro no sul da Bahia. Para uns ficou conhecido como "Chacau". Outros o identificavam como "o justiceiro" e ainda outros o chamavam de "espírito da morte".
    No entanto, seu verdadeiro nome é Vanderlino Oliveira Evangelista, um homem cujo destino estava subjugado  às atrocidades, assassinatos, promiscuidade e à prostituição. Mas o ciclo da mortandade foi quebrado pela poderosa graça de Deus que o alcançou e o transportou de um mundo tenebroso para um outro cheio de luz.
    Em meados da década de 1990, ele era considerado o matador mais temido de Feira de Santana, sobretudo nos bairros George Américo e Campo Limpo, região central norte da cidade onde morava. Sobre ele pesou diversas acusações de incontáveis assassinatos.
    Policial severo e casca grossa no enfrentamento à criminalidade, Chacal, apelido adquirido dentro da corporação militar, fechava o cerco contra os malandros e criminosos que tentavam atormentar a vida dos moradores da sua área. Nessa região de sujeitos silenciados por conta da retaliação e da violência, o discurso era uníssono: "vacilou, morreu. O justiceiro está por e ele não brinca em serviço".
    "O velho homem", como identificava-se Vanderlino, foi incorporado à Polícia Militar da Bahia, por intermédio de concurso público, em 20 de maio de 1991. Em dezembro do mesmo ano, formou-se e foi exercer as atividades em Salvador. Um ano depois, volta para Feira de Santana e em 1993 começa a servi no Pelotão de Choque


    Vanderlino no início da decada de 1990 exibindo arma

    Entre o ódio de uns e admiração de outros, seguia o "justiceiro" com o mesmo sentimento de Lúcifer, personagem bíblico que, segundo escreveu o profeta Ezequiel no capítulo 37 versículo 5, desejou subir às alturas e construir um altar acima do altar de Deus. O "velho homem" não apenas queria, mas forjava suas próprias leis e fazia justiça com as próprias mãos. "Eu queria ser mais do que Deus. Queria ser o rei da justiça", lembrou o antigo justiceiro e completou: "Queria prender todos os bandidos e maltratá-los. Tinha um espírito muito perverso. O inimigo das nossas almas queria que agisse dessa forma e eu na minha ignorância, assim procedia".
    Como, segundo a Bíblia, ninguém jamais deverá se igualar a Deus, tanto no relato do profeta da antiguidade quanto na vida real e contemporânea, Lúcifer e Chacal tiveram praticamente o mesmo destino nesse caso em particular.
    O primeiro fora expulso do céu, mesmo tendo destacada atuação por . O segundo, aqui na terra, em 1º de dezembro de 1997, seis anos depois do seu ingresso, fora expulso da corporação militar, afinal cinco preventivas foram decretadas contra ele.
    Excluído da Polícia Militar e, consequentemente, sem dinheiro para se sustentar, o mesmo Chacal que odiava traficantes e a bandidagem passou a protegê-los. "Comecei a extorquir os traficantes para ganhar dinheiro. Em troca lhes daria proteção e os livrariam da polícia", conta

    Vanderlino durante o segundo julgamento em 2006, quando foi condenado a 16 anos de prisão

    No obstante, muito antes disso, o ex-policial havia se transformado em personagem muito maior e mais complexo do que o cidadão Vanderlino Oliveira Evangelista. Sua fama de matador e de integrante de grupo de extermínio se espalhou por toda a parte e em cada canto da cidade por onde passava todos o temia.
    A simples menção do seu nome em qualquer rincão de Feira de Santana era motivo de medo e apreensão. Onde o "Estado não chegava", Chacal agia sem piedade. A cada morte, o reconhecimento aumentava, mas para a corporação que o expulsou e para muitas pessoas da sociedade, "o justiceiro" não passava de um assassino cruel e impiedoso.
    "O velho homem não conhecia a misericórdia, não sabia a dor que uma mãe sentia quando via seu filho morto a tiros. Minhas ações eram movidas por um sentimento: tirar vidas pelo simples prazer de matar", mas faz uma ressalva, " matava traficante e gente errada. Queria eliminar a bandidagem por completo de Feira de Santana".
    Um ano antes de ser expulso, 1996, Chacal foi preso pela primeira vez e conduzido ao 10º Batalhão em Camaçari, mas conseguiu fugir. Em dezembro daquele mesmo ano, ele conta que voluntariamente se apresentou ao 11º Batalhão, em Itaberaba, onde ficou recluso por 10 meses. "Depois disso, fugi pela segunda vez e em 1º de dezembro/97 foi decretado meu desligamento oficial da PM", conta arrependido.

    'Morre' Chacal, renasce Vanderlino

    Depois de passar oito anos foragido, o ex-policial é recapturado no bairro Cidade Nova em 06 de junho de 2004, pelo COE, Centro de Operações Especiais da Polícia Civil, e volta para cadeia, desta vez, Polinter em Salvador. A notícia foi manchete em todos os jornais da época. O "justiceiro" sabia que era chegada a hora de se render. Ele não tinha outra saída a não ser se prostrar e aceitar sua condição de simples mortal. "O Chacal estava sendo definitivamente eliminado. Nada mais poderia fazer".

    No entanto, o que ele não sabia era que o fim de Chacal marcava o renascimento de Vanderlino Oliveira Evangelista, o homem que mais tarde se tornaria um comunicador da paz e um semeador da esperança viva. "Eu agradeço muito a Deus e à polícia por terem eliminado o Chacal. Minha prisão simbolizou minha transformação de vida. Na Polinter, Deus começou a abrir os meus olhos para enxergar o que antes não via", avalia Vanderlino, hoje, convertido à protestante.

    Ele conta que dezenas de policiais, todos muito bem armados, participaram da operação que o prendeu. "Fiquei sabendo que a ordem não era para mim prender, mas para invadir minha casa pela madrugada e tirar a minha vida, mas Deus não permitiu que se procedesse dessa forma", então daquele dia em diante, Vanderlino nunca mais seria o mesmo. Deus começara a responder as súplicas da sua esposa, Vânia Soares Evangelista, que, mais de 8 anos, orava e clamava por uma solução. Jamais abriu mão do seu casamento.

    Esposa, policial militar, amigo e pastor testemunham a transformação de vida de Vanderlino

    Um mês e quinze dias depois da sua terceira prisão, 15 de julho, o temido ex-policial recebe a visita dela, e de seu pai que o presenteiam com uma Bíblia Sagrada, o livro que, mais tarde, tornaria seu companheiro de cela e mudaria definitiva e radicalmente a sua vida.

    Enquanto lia, mesmo que de maneira superficial, profundas mudanças foram acontecendo no interior do Vanderlino e ele começa a encontrar nos Escritos Sagrados respostas para muitos problemas que o atormentavam. "Era um desejo incontrolável conhecer as verdades contidas na Bíblia Sagrada. Tinha vezes que começava lê-la no finalizinho da tarde e enveredava pela madrugada e o próprio Espírito Santo me mostrava o quanto eu precisava me arrepender e mudar de vida quando estava sozinho na cadeia", confessou.

    Cada vez que abria a Bíblia, verdade que liberta o homem de toda e qualquer prisão, Deus começava a revelar-Se para Vanderlino de uma forma muito especial. "Assim como o apóstolo Paulo a caminho de Damasco, eu também ouvi literalmente a voz de Deus falando comigo e temi".

    A partir daí, Vanderlino optou racionalmente por seguir a Cristo, abandonou os prazeres ímpios e imorais cultivados pelo "velho homem" e, mesmo diante da maior tragédia de sua vida, o assassinato de , seu irmão mais novo, ele não titubeou, pelo contrário, seguiu com sua carreira cristã como embaixador do Evangelho por todas as penitenciarias por onde passou. foi alvejado numa manhã dominical com mais de 10 tiros e o homem que nunca sentiu a dor da perda chorou demasiadamente. "Quando soube da notícia, entendi a mensagem do Espírito Santo em Romanos 12:19 'Não vos vingueis a vós mesmos, amados, diz o Senhor. Então, comecei a louvar ao Senhor dizendo a Deus que não queria ser voltar a ser o homem velho mesmo diante da morte do irmão que mais amava".

    Vanderlino nutria a certeza de que recebera um vislumbre da glória do céu e, mesmo sem ainda ter muita noção do que é ser cristão, profetizou que sua vida seria inteiramente guiada pela graça de Deus. (Confirma linha do tempo da vida de Vanderlino no infográfico nesta página)

    Ao final do seu DVD testemunhal, Vanderlino faz um pedido de perdão à sociedade feirense: "Em o nome de Jesus, eu servo do Deus vivo, peço perdão a todos que o velho homem machucou direta ou indiretamente. Por favor me perdoem em o nome de Jesus".



  • Culto celebra retorno do ativismo político da Assembleia de Deus em Feira


    18.10.2012 12h05m
    Recomendar

    Por Danilo Guerra

    A Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Feira de Santana - Adefs - maior denominação evangélica da cidade, com cerca de 23 mil fiéis (IBGE, 2010) realiza nesta sexta-feira (19) culto especial para celebrar o retorno da Igreja à Casa da Cidadania a partir de janeiro de 2013.

    O templo será ocupado pelos milhares de eleitores que escolheram o presbítero Edvaldo Lima (PP) como o representante oficial da igreja na próxima legislatura da Câmara Municipal de Vereadores.  A quantidade expressiva e surpreendente de votos, 5.442, fez dele o quarto vereador mais bem votado da segunda maior cidade do Estado.

    Edvaldo Lima foi o candidato evangélico mais votado de Feira de Santana nestas eleições, com 5.442 votos - 3.448 a mais que quando disputou pela primeira vez, em 2004.

    Para o pastor presidente da Adefs, Joezer Cruz Santana, a eleição de Edvaldo Lima representa uma grande conquista para a Igreja. "Afinal, faz muitos anos que a nossa igreja elegeu um candidato. Eu tenho 12 anos aqui e essa é a primeira vez que vejo um candidato apoiado pela Igreja ser eleito diretamente em Feira", recordou o presidente.

    Bota anos nisso, pastor. Estudos desenvolvidos por Igor José Trabuco da Silva, mestre em História da Bahia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e pesquisador da trajetória política da Assembleia de Deus em Feira de Santana, apontam para a década de 1970 a primeira vez que um membro da igreja ocupou uma cadeira no legislativo municipal, trata-se do diácono Gerson Gomes da Silva, que teve destacada atuação política entre os anos 70 e 90.

    Depois dele, na década de 1980, veio Waldeir dos Santos Pereira, pai de Cadmiel Pereira, que também disputou a eleição em 2012 apoiado pela mesma Igreja, mas não logrou êxito. De acordo com o historiador, Waldeir participou da legislatura correspondente a 1982-1988. "A legislatura durou dois anos a mais para que a eleição de vereador fosse realizada junto com a de prefeito", esclareceu.

    Na década seguinte, foi a vez do pastor Severino Soares. De acordo com o pesquisador, ele era suplente do vereador José Martins Vitório que faleceu em abril de 1994. Com a morte de Vitório, o pastor Soares assumiu a vacância na Câmara Municipal de Vereadores no período de 1994 a 1996.

    Hoje, dezesseis anos depois, a Assembleia de Deus volta a celebrar seu ativismo político com a eleição de Edvaldo Lima, candidato oficial da igreja que vem disputando eleição desde 2004. Além dele, outro membro da Adefs também conseguiu se eleger, mesmo sem o apoio institucional da Igreja. Trata-se de Robeci da Vassoura (PHS), eleito com 2.876 votos

    Feliz com o seu desempenho nas urnas, Edvaldo Lima diz que vai legislar em benefício da comunidade evangélica e de toda a sociedade feirense. "Agradeço ao Senhor Jesus Cristo, porque foi Ele que me escolheu para esta causa, sobretudo na área de transporte", antecipou

    O culto, que acontece no templo sede da Adefs, situado à rua Vasco Filho, no bairro Brasília, começará no horário provável das 19 horas e terá a participação do cantor gospel Sandro Nazireu.



  • Encontro de líderes discute desafios contemporâneos na gestão de pessoas


    17.10.2012 19h28m
    Recomendar

    Por Danilo Guerra

    Colaboração: Morgana Gonçalves

    Fotos: Guilherme Andriani

    Numa iniciativa inovadora, a Union Holdings em parceria com a ABRHAssociação Brasileira de Recursos Humanos da Bahia - promoveu o primeiro encontro de líderes e gestores em Feira de Santana, um evento especial, que reuniu gestores, gerentes, supervisores, chefes de departamentos e líderes industriais, aconteceu na Gelateria Italiana hoje (17) pela manhã.

    Proferida por Ana Claudia Athayde, presidente da ABRH, a palestra instigou reflexões sobre as tendências da gestão de pessoas, o desenvolvimento econômico e os desafios das lideranças 2015. "O intuito do evento além de disseminar conhecimentos na área de gestão de pessoas, é explicar também sobre os desafios que as lideranças têm em relação a essa gestão e analisar o que o cenário proporciona e ver o que pode ou não melhorar para acompanhar essa demanda de mercado", explicou a palestrante.

    Nessa mesma perspectiva, o gestor da área de treinamento e desenvolvimento da Union, Flavio Burgos, considerou o evento significativo por cumprir seu objetivo: "contribuir para o desenvolvimento e formação de líderes e gestores com visão estratégica, focados na gestão de pessoas”.

     



  • Brasil ainda investe pouco em ensino superior, diz OCDE


    17.10.2012 19h19m
    Recomendar

    Em um grupo de 29 países, o Brasil ocupa o 23º lugar no ranking de investimentos no ensino superior, segundo pesquisa da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), divulgada ontem, em Paris, na França. O estudo mostra que foi investido em média 0,8% do Produto Interno Bruto (PIB) nessa etapa de ensino. De acordo com a organização, no entanto, o Brasil registrou o maior aumento de investimentos na área no período de 2000 a 2009.

    O país está "gradualmente se aproximando" dos integrantes do chamado G20 (grupo das nações mais ricas do mundo). No entanto, o estudo alerta sobre o baixo investimento em educação quando a comparação com o Produto Interno Bruto (PIB). Segundo os dados, os investimentos brasileiros no ensino em geral atingiram 5,55% do PIB, enquanto a meta para os países da OCDE é 6,23%.

    A pesquisa analisou 42 países, mas nem todos apresentaram dados sobre os aspectos detalhados pela organização, daí o fato de o número de nações analisadas ser maior ou menor em determinados itens do estudo. Lideram o ranking de países que mais investem em educação a Austrália, a Finlândia, a Irlanda e a Suécia. O estudo mostra que a crise econômica internacional não afetou os investimentos em educação."Pessoas bem-educadas vivem mais tempo, são mais propensas a votar e têm atitudes mais favoráveis à igualdade de direitos das minorias", diz o estudo da OCDE, que pode ser consultado na página da organização na internet.

    Segundo o estudo, o Brasil aumentou os investimentos totais em educação, pois em 2000 as despesas com ensino representavam 10,5% dos recursos públicos do país, enquanto em 2009 subiram para 16,8%. "Uma das taxas mais elevadas" entre os 33 países nos quais esse item foi observado, destaca a OCDE.

    No período de 2000 a 2009, os investimentos em educação superior registraram redução de 2%. Paralelamente, houve um aumento médio de 67% de alunos nas universidades, de 2005 a 2009.

    Outro dado da pesquisa é que as taxas de escolarização na infância registram alta, embora ainda abaixo das expectativas da OCDE. Para a organização, no entanto, o fato de 92% das crianças com menos de 6 anos estarem em sala de aula deve ser comemorado, pois em 2005, o percentual era 83%.

    A organização alerta que mais investimentos em educação geram oportunidades de emprego no mercado de trabalho. Pelos dados da pesquisa, 68,7% dos brasileiros sem o ensino secundário conseguiram emprego. A taxa de ocupação sobe para 77,4% para quem tem o ensino secundário completo e 85,6% para os profissionais com ensino superior.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia