Em cima da hora:
Enchente atinge bananais em três cidades do Vale do Ribeira, SP
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Dê sua opinião: PEC reduz jornada semanal de trabalho para 30 horas


    30.03.2017 15h17m
    Recomendar

    Foi apresentada nesta semana no Senado Federal a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 12/2017 que reduz para 6 horas diárias e 30 horas semanais o limite da jornada de trabalho de todos os trabalhadores. Apresentada pelo senador Thieres Pinto (PTB-RR), a PEC será examinada pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).

    Atualmente, o limite máximo da jornada de trabalho é de 8 horas diárias e 44 horas semanais. Tramita na Câmara dos deputados uma proposta de reforma trabalhista que sobe o limite para 48 horas semanais, já incluídas as horas extras.

    Qual a sua opinião sobre a PEC 12/2017? Clique aqui e vote SIM.

    Todas as propostas que tramitam no Senado estão abertas à consulta pública por meio do portal e-Cidadania. Confira: http://www.senado.leg.br/ecidadania.



  • Escola José Martins Santos, em Rio do Peixe, é reinaugurada


    30.03.2017 15h04m
    Recomendar

    A comunidade do povoado do Rio do Peixe, no distrito de Jaguara, comemorou a reinauguração da Escola José Martins Santos, que vai atender a alunos dos cursos Infantil e Fundamental l (do 1º ao 5º ano), em solenidade ocorrida na manhã de ontem, 29, e que contou com as presenças do prefeito José Ronaldo de Carvalho, que foi saudado por um coral formado pelos estudantes.

    Praticamente reconstruído e ampliado pela Prefeitura Municipal, o núcleo educacional vai atender a cerca de 70 alunos, que passarão a conviver num ambiente arejado e equipado com um moderno mobiliário, três salas de aula, área administrativa com diretoria e secretaria, sala de recursos, banheiros e sanitários para pessoas com deficiência, refeitório, cozinha, despensa, biblioteca e sala de informática.



  • Concurso de Poesia inscreve até dia 3 de maio

    Os três primeiros poemas classificados serão premiados: 1º lugar: R$ 1.500, 2º lugar: R$ 1.000 e 3º lugar: R$ 800
    30.03.2017 08h55m
    Recomendar

    Com a finalidade de valorizar, difundir e estimular a produção literária local, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer e Fundação Municipal da Tecnologia da Informação, Telecomunicações e Cultura Egberto Tavares Costa está com inscrições abertas para o 3º Concurso Municipal de Poesia de Feira de Santana, Prêmio Godofredo Filho.  até o dia 3 de maio.

    Os interessados devem se dirigir, até o dia 3 de maio, ao Museu de Arte Contemporânea Raimundo de Oliveira, à rua Edelvira de Oliveira (vizinho à Biblioteca Municipal) das 09:00 h às 12:00 h e das 14:00 h às 17:00 h de segunda à sexta-feira.

    Poderão se inscrever qualquer pessoa domiciliada em Feira de Santana. Os participantes menores de 18 (dezoito) anos só poderão se inscrever se apresentarem
    autorização dos pais ou responsáveis, com firma reconhecida.

    O proponente poderá participar com até 2 (dois) poemas inéditos, mas concorrerá apenas com 1 (um), com tema livre e escrito em Língua Portuguesa, com no máximo 2 (duas) laudas, enviando-o em 05 (cinco) vias impressas, em papel A4, digitadas com espaço 1,5; Fonte Arial e corpo 12; devidamente corrigidas e revisadas.

    A análise dos documentos, julgamento e classificação ocorrerá de 8 a 22 de maio. Cada poema será analisado considerando-se os quesitos: tratamento redacional - morfossintático, semântico e ortográfico.

    Mais uso de recursos poéticos - figuras de linguagem, recursos imagéticos e ritmo; criatividade – espontaneidade e coerência, mais originalidade - ineditismo e criticidade.

    Em valores brutos, a premiação será a seguinte aos três primeiros poemas classificados: 1º lugar: R$ 1.500, 2º lugar: R$ 1.000 e 3º lugar: R$ 800. Clique aqui para ter acesso ao regulamento.

    As as melhores 20 poesias comporão um livro a ser lançado pela Funtitec.



  • Estudantes conhecem rotina de reportagem do Folha do Estado


    29.03.2017 20h26m
    Recomendar

    Trabalhar com as diferentes modalidades textuais e permitir que os estudantes do 9º ano, última série do Ensino Fundamental, tivessem contato direto com os textos que circulam socialmente foi um dos objetivos do projeto didático desenvolvido pela professora Gleide Silveira (Redação) do Colégio Suporte, em Feira de Santana.

    Por conta disto, a turma e a professora visitaram, na manhã desta quarta-feira (29), a Redação do Folha do Estado da Bahia, maior jornal diário no interior baiano com circulação ininterrupta desde 1996, ano em que foi fundado pela família Cedraz. 

    Lá, foram recebidos por Danilo Guerra, chefe de Redação; Cristiano Alves, editor; Madson Pamponet, repórter; Hamurabi Dias, editor do site; Thamires Souza, repórter; Edeilson Sousa, fotógrafo e pelo colunista Reginaldo Junior. 

    Entre perguntas como: "Quando o jornal foi fundado?", "O que determina o que vai ser reportagem ?", "Já receberam algum famoso?", um interessante bate-papo entre os profissionais da comunicação e os estudantes foi se desenrolando, porém uma pergunta, que inicialmente se pareceu tímida, causou grandes questionamentos na redação, "Vocês tem previsão do jornal impresso acabar ?". 

    Utilizando argumentos convincentes, como a importância documental do jornal impresso, o maior tempo de apuração e das teorias de convergências de mídia, utilizando o rádio e a Tv como exemplos, os profissionais do Folha do Estado reafirmaram a longevidade do papel, que também sofre suas alterações frente a nova era digital, mas bravamente ainda se ergue todas as manhãs para informar a cidade.

    Durante a visita, os alunos ouviram relatos de todo o processo de criação do jornal impresso e do jornalismo online, desde a sugestão de conteúdo, a procura de entrevistas, fotografia, escrita, revisão e diagramação de uma matéria e conheceram também o aplicativo do jornal para os dispositivos móveis. É a comunicação cumprindo o seu papel de educar e a educação cumprindo a missão de educar simultaneamente. 

    A proposta de culminância do projeto consiste em mostrar aos alunos que não são apenas consumidores de informação, mas que podem também ser autores nesse processo. Por isso, eles terão o desafio de produzirem e editarem uma revista temática abordando a problemática do preconceito racial na era contemporânea. 



  • Inscrições no 10º FENATIFS termina na próxima sexta-feira


    29.03.2017 17h24m
    Recomendar

     As inscrições para a 10ª edição do Festival Nacional de Teatro Infantil de Feira de Santana (Fenatifs), serão encerradas na próxima sexta-feira, 31 de março. Grupos de todo o País poderão se inscrever.

    O Festival tem o intuito de valorizar, movimentar, debater e desenvolver o teatro para a infância e juventude, consolidando a Bahia como polo fomentador do teatro infantil brasileiro e para tanto busca, também propostas diferenciadas para o grande público, assim como propostas direcionadas a poucas pessoas que possam ter contato com a arte de forma inusitada.

    Os Editais e formulários para inscrição nas Mostras do 10º Fenatifs estão disponíveis no site www.ciacucadeteatro.com.br conforme especificações abaixo:

    Edital (Clique aqui)

    Participação: Grupos de todo o Brasil que encenem espetáculos destinados ao público infanto-juvenil e que, preferencialmente, sejam inéditos no município de Feira de Santana-BA.

    MOSTRA INTERIOR DO NORDESTE

    Edital nº 002/2017 (Clique aqui)

     

    MOSTRA JOVENS TALENTOS

    Edital nº 003/2017 (Clique aqui)

     



  • UFRB abre seleção para tutores do curso de Licenciatura em Matemática

    As inscrições seguem até sexta-feira, dia 31 de março
    29.03.2017 17h01m
    Recomendar

    A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), por meio de sua Superintendência de Educação Aberta e a Distância (SEAD), divulga o processo seletivo para tutores na modalidade a distância do Curso de Licenciatura em Matemática.

    As inscrições seguem até o dia 31 de março pelo formulário no site da SEAD (clique aqui) no qual o candidato deve anexar os documentos solicitados no formato PDF. O processo seletivo será realizado em uma única fase que é inscrição online e análise de títulos (eliminatória e classificatória). A bolsa tem duração de um ano, prorrogável, a critério da coordenação do curso, por mais um ano.

    Regida pelo Edital Interno Nº 04/2017 da SEAD/UFRB, a seleção conta com 16 bolsas que visam o desenvolvimento de atividades nas disciplinas de Fundamentos da Matemática I, Geometria Plana, Geometria Descritiva, Leitura de Produção de Texto, e Introdução a Educação a Distância. As ementas das disciplinas estão disponíveis no edital.

    Mediar à comunicação de conteúdos entre o professor e os estudantes é uma das atribuições do tutor. A bolsa é no valor de R$ 765. Para se candidatar é necessário que o candidato tenha graduação ou Pós Graduação na área da disciplina a que pretende concorrer e tenham experiência mínima de um ano no magistério básico ou superior.

    A carga horária exigida pelo edital é de 20 horas semanais para desenvolver atividades de tutoria.

    As vagas são de caráter temporário e na condição de bolsistas da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), não caracterizando vínculo empregatício com a UFRB ou com a UAB.

    Confira o Edital Interno Nº 04/2017 - Seleção de Tutores.



  • Dois espetáculos de Feira indicados ao Prêmio Braskem de Teatro 2017

    O grande vencedor da categoria será conhecido na cerimônia de premiação da 24ª edição do Prêmio Braskem de Teatro, que acontece em abril.
    29.03.2017 15h12m
    Recomendar

    A segunda edição do Polo Teatral – Festival de Teatro do Interior da Bahia acaba de divulgar as peças selecionadas que irão concorrer ao Prêmio Braskem de Teatro, na categoria Espetáculo do Interior. Das 6 montagens, que foram escolhidas, duas são de Feira de Santana: Matraga, e Os Fogatas.

    Do Grupo Conto em Cena, de Feira de Santana, Matraga é um espetáculo adaptado da obra A hora e a vez de Augusto Matraga, de Guimarães Rosa. Relata a saga de um homem – o maior valentão e temido do lugar – em busca de sua redenção. Após uma surra, que quase o levou à morte, ele acredita que sua hora de entrar no céu irá chegar e, através da fé, da comunhão e do trabalho, busca a regeneração dos seus pecados. É uma história de grandes reflexões sobre a vida. É a demonstração da capacidade de mudança do ser humano.

    Já Os Fogatas, da Cia Cuca de Teatro, é uma comédia de famílias para toda a família. A livre adaptação da Cia Cuca de Teatro, de Feira de Santana, inspirada no texto “Os Cigarras e os Formigas” de Maria Clara Machado conta a história de três famílias muito diferentes, Os Formigas, Os Cigarras e Os Batistas. Buliçosos vizinhos que se metem em planos, confusões com revelações, e até chegar a um final surpreendente. A montagem realizada pela Cia Cuca de Teatro dá a possibilidade de apresentar uma trama com relações interpessoais. Um espetáculo que reúne as técnicas do palhaço, o teatro de animação em luvas e trilha musical ao vivo. Os personagens representados pelas famílias dos Cigarras, Formigas e Batistas, além de suas vivências inusitadas, nos transmitem ideias sobre o respeito, as diferenças e a necessidade do diálogo para se estabelecer uma convivência mais harmoniosa entre os indivíduos.


    FICHA TÉCNICA: MATRAGA
    Direção: Geovane Mascarenhas
    Elenco:
    Welber Oliveira
    Fernando Pedro Maria
    Márcio Nunes
    Elidiane Souza
    Mônica Araújo
    Leidy Alencar
    Tereza Guimarães
    Música Original: Mano Gavazza
    Sonoplastia: Lion Guimarães
    Iluminação: Geovane Mascarenhas
    Cenografia: Geovane Mascarenhas
    Figurino: Geovane Mascarenhas
    Maquiagem: Neide Kocca

    FICHA TÉCNICA: OS FOLGATAS
    Autora: Texto e Concepção a partir do trabalho de Grupo
    Direção: Geovane Mascarenhas e Grupo
    Preparação de clown - Palhaço Biribinha, Pepe Nunez
    Preparação de corpo: Fábio Vidal
    Iluminação: Frank Magalhães
    Figurino: Rino Carvalho
    Costura cenário/figurino: Vilma Bahia e Mercedes Bahia
    Cenário: Geovane Mascarenhas
    Execução cenário: Mário Alves do Amaral e Antônio Carlos Arouca (Tozinho)
    Concepção das luvas: Geovane Mascarenhas e Elizete Destéffani
    Confecção das luvas: Carmem Ceolim
    Perucas: Lilian Azevedo
    Arranjos Musicais e tecladista: Itamar Vieira
    Orientação Musical: Nata Musical
    Professores de música: Natanira Gonçalves (acordeão); Laércio Santiago (violão); Edson dos Santos (Trompete e Flauta)
    Coreografia Tango: Avany Vaz
    Elenco: Neide Koca, Jacy Quiroz, Elizete
    Destéffani, Fernando Pedro Maria, Jailtton
    Nascimento, Geovane Mascarenhas e Itamar Vieira.

    Outros 4 espetáculos do interior baiano também foram indicados para concorrerem ao prêmio. O Santo e a Porca, da Cia Acordada (Ilhéus), Pariré, da Cia OperaKata (Vitória da Conquista) e O Candelabro, da Cia Távola de Teatro (Lauro de Freitas). O grande vencedor da categoria será conhecido na cerimônia de premiação da 24ª edição do Prêmio Braskem de Teatro, que acontece em abril.



  • Estado promove mais de 1.300 professores e coordenadores por titulação acadêmica


    29.03.2017 14h58m
    Recomendar

    A Secretaria da Educação do Estado divulgou, no Diário Oficial desta quarta-feira (29), a lista classificatória da progressão funcional por avanço vertical para 1.359 professores e coordenadores pedagógicos dos Ensinos Fundamental e Médio, da carreira do magistério estadual. A ação é resultado de cursos de pós-graduação realizados pelos educadores, sendo 1.040 por especialização, 284 por mestrado e 35 por conclusão de cursos de doutorado. A progressão terá validade a partir de maio.

    “Esta ação implica em uma melhoria salarial para os professores e coordenadores pedagógicos, e, principalmente, deve resultar na qualidade da Educação, pela devolutiva de conhecimentos e do aprimoramento destes educadores às escolas, a partir das pesquisas desenvolvidas durante suas pós-graduações”, afirma o secretário Walter Pinheiro.

    O professor de Geografia, Eduardo Gabriel Palma, do Centro Estadual de Eduação Profissional da Bahia, já tem o avanço na carreira pelo mestrado na área. Agora, no mês de março, ele defendeu a tese de doutorado pela Universidade Federal de Sergipe, abordando a ‘Governança das Águas no Rio São Francisco’. Ele acredita que este estímulo na carreira pública do magistério da Bahia é um fator de motivação para os educadores.

    “Saber que a pesquisa e a ampliação dos conhecimentos resultam em um ganho financeiro é uma motivação a mais para que possamos prosseguir com os estudos em nível de pós-graduação, cujo maior retorno é, sem dúvida, o que podemos proporcionar aos nossos estudantes em diferentes atividades pedagógicas”, diz Palma.

    De acordo com a superintendente de Recursos Humanos da Secretaria da Educação, Ana Catapano, “os servidores que tiveram seus processos indeferidos deverão protocolar recurso, quando cabível, no período de 1º a 15 de abril. No mês de maio, o órgão divulgará uma lista definitiva com estes desdobramentos”.



  • Cristianismo sem Fronteiras realiza ação social voltada para mulheres no próximo sábado

    Atendimento jurídico, aferição de pressão arterial, corte e escova de cabelos, orientação nutricional, doação de sangue e leite são alguns dos serviços gratuitos ofertados
    28.03.2017 16h24m
    Recomendar

    Uma das melhores formas de mostrar o amor de Deus é servindo as pessoas então vamos demonstrar que não existe fronteiras quando se quer amar, diz Midiã Leite, coordenadora da ação social / Foto: Edeilson Sousa
     

    Sabendo que o amor ao próximo é marca máxima daqueles que seguem a Jesus Cristo e que este sentimento não consiste apenas em palavras, mas, sobretudo, em ações práticas para com os mais necessitados, o Centro de Evangelismo Cristianismo Sem Fronteiras, através da Associação Ide de Educação e Assistência Social (AIEAS) vai realizar no próximo sábado, 1º de abril, das 9h às 17h, a quarta edição da Ação Social Mulher: Mais Saúde, Mais Beleza.

    De acordo com a coordenadora da Ação, Midiã Leite, durante todo o dia serão oferecidos diversos serviços à população, principalmente, às mulheres que vivem em situação de vulnerabilidade social. “Vamos oferecer atendimento jurídico voltado para o INSS, aferição de pressão arterial, corte e escova de cabelos, orientação nutricional, limpeza de pele, doação de sangue e leite humano além de realização de palestras motivacionais e de caráter empreendedor”. 

    A expectativa da coordenadora é que um público de aproximadamente 1,2 mil pessoas participe dessa edição do Mulher: Mais Saúde, Mais Beleza. “Estamos montando uma grande estrutura para receber essas mulheres, fizemos parceria com diversas entidades governamentais e também não-governamentais para que possamos acolher esse público da melhor forma possível”, explicou Midiã.

    A Associação Ide de Educação e Assistência Social foi fundada em julho de 1996 pelo pastor e conferencista interncional Josué Brandão, líder do Cristianismo Sem Fronteiras e eleito vice-presidente da Convenção das Assembleias de Deus do Estado da Bahia e ao longo desses quase 21 anos de existência tem desenvolvido uma série de atividades voltadas para o bem estar social de comunidades carentes tanto na zona urbana quanto em comunidades rurais. 

    “O projeto, que é fruto de uma iniciativa do pastor Josué, vem crescendo ao longo dos anos e já alcançamos diversos bairros como Gabriela, Jardim Cruzeiro, Panorama etc. e também comunidades rurais como Morrinhos, no distrito de Jaguara”, disse Midiã, que, apesar de ter formação na área das ciências sociais aplicadas, tem o coração voltado para solidariedade. 

    O atendimento, que é gratuito, será realizado sob uma tenda montada na área do Centro de Evangelismo Cristianismo Sem Fronteiras, localizado à Avenida Maria Quitéria, nº 3.900, onde funcionava o antigo Mega Fest. "Uma das melhores formas de mostrar o amor de Deus é servindo as pessoas e é por conta disto que convidamos você também para presenciar esse momento de solidariedade e demonstrar que não existe fronteiras quando se quer amar", finalizou a corrdenadora. 



  • Prefeitura de Feira interpela judicialmente a APLB

    Os números apresentados pela APLB não são verdadeiros, afirma a Secretaria Municipal da Fazenda
    27.03.2017 18h37m
    Recomendar

    A Prefeitura de Feira de Santana está interpelando, na Justiça, a direção da Associação dos Professores Licenciados da Bahia – APLB-Feira de Santana. O motivo da medida é a divulgação, em peças de outdoor espalhadas pela cidade, de números referentes ao repasse de recursos do Fundeb, pela União, ao Município.

    Em seu material publicitário, a APLB Feira informa que o repasse do Fundeb a Prefeitura de Feira de Santana foi aumentado de R$ 130 milhões em 2016 para R$ 144 milhões em 2017, o que representaria 11,04%. E questiona o Governo quanto ao reajuste dos professores no atual exercício. “E agora, prefeito?”, aborda a entidade, no outdoor, alegando que o Município não tem argumento para justificar o parcelamento do reajuste de 7,64% a categoria.

    Acontece que os números apresentados pela APLB não são verdadeiros, afirma a Secretaria Municipal da Fazenda. A entidade sindical teria se utilizado de um valor prévio do repasse anual referente ainda ao primeiro semestre de 2016. Ao final daquele ano, o montante repassado ao Município foi de quase R$ 143 milhões. Portanto, se em 2017 o anunciado para Feira de Santana é R$ 144 milhões, o aumento gira em torno de 1%, apenas.

    Segundo o procurador geral do Município, Cleudson Almeida, a divulgação dos dados, da maneira como foi feita pela APLB, causa um grave problema entre o servidor da área de educação e o Governo. “Há um choque. O professor, informado com números fictícios por sua entidade representativa, é jogado contra a administração”, argumenta. O objetivo da medida é cautelar, mas pode haver, posteriormente, ajuizamento de ação por parte do Município.



  • Agência Móvel da Coelba atende em três bairros de Feira

    Os serviços da concessionária estarão à disposição do público das 9h às 16h
    27.03.2017 17h36m
    Recomendar

    As Agências Móveis da Coelba realizaram, até sexta, atendimentos em três bairros de Feira de Santana: Feira 09, Sim e Centro. Os veículos especialmente montados para levar até os consumidores os serviços da concessionária estarão, das 9h às 16h, nos seguintes locais:

    · SIM, dias 27 e 28/03: Rua Artêmia Pires, s/n, no Conjunto José Claudio Dória;

    · Feira 09; de 29 a 31/03: Rua Thomé De Souza;

    · Centro; de 27 a 31/03: Rua Castro Alvez, próximo ao edifício do Programa Bolsa Família.

    Na Agência Móvel, os clientes poderão realizar o cadastramento na Tarifa Social de Energia, benefício do Governo Federal que concede descontos de até 65% na conta de luz.

    Para isso, os interessados devem se apresentar munidos de CPF, identidade, última fatura de energia e Número de Identificação Social (NIS) ou cartão do Bolsa Família ou número do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

    Além do cadastramento na Tarifa Social, estarão disponíveis na unidade móvel serviços como pedidos de novas ligações, parcelamento de débitos, segunda via de conta de energia, religações, entre outros.

    As Agências Móveis têm o objetivo de facilitar a vida dos consumidores, além de aproximar a concessionária da comunidade.



  • Mulher trabalha 5,4 anos a mais do que homem, diz estudo do Ipea


    27.03.2017 17h18m
    Recomendar

    A mulher trabalha 5,4 anos a mais do que o homem ao longo de cerca de 30 anos de vida laboral, segundo simulação do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O trabalho extra é resultado dos afazeres domésticos. O cálculo foi feito a partir de dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2014, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

    De acordo com o Ipea, nesse período de aproximadamente 30 anos, as mulheres somam, em média, 22,4 anos de contribuição para a Previdência Social. Um total de 44,4% das mulheres às quais foram concedidas aposentadorias em 2014 atingiram até 20 anos de contribuição.

    A pesquisadora do Ipea Joana Mostafá explica que essas informações foram obtidas por meio de uma parceria que possibilitou o acesso a microdados do extinto Ministério da Previdência Social – atualmente Secretaria da Previdência Social, vinculada ao Ministério da Fazenda.

    Segundo Joana, as interrupções na contribuição previdenciária feminina são causados por situações como desemprego, trabalho informal, afastamento do mercado de trabalho para cuidar dos filhos, entre outras. Com base nesse cenário, o Ipea lançou uma nota técnica na última semana na qual defende que as idades de aposentadoria de homens e mulheres devem ser diferentes.

    A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016, de reforma da Previdência, atualmente em discussão na Câmara dos Deputados, altera esse modelo e estabelece como condição para a aposentadoria no mínimo 65 anos de idade e 25 anos de contribuição para homens e mulheres. Um dos argumentos do governo para a mudança é que as mulheres vivem mais que os homens.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia